Chapecoense vence Joinville e volta à liderança do Campeonato Catarinense

Chape teve o domínio em boa parte da partida, pressionando os visitantes, que correram atrás, mas não alcançaram o empate

Chapecoense vence Joinville e volta à liderança do Campeonato Catarinense
Foto: Divulgação/Joinville EC
Chapecoense
1 0
Joinville
Chapecoense: Jandrei; Apodi, Fabricio Bruno, Douglas e Bruno Pacheco; Márcio Araújo (Nenén), Amaral, Moisés Ribeiro (Lucas Mineiro) e Nadson; Wellington Paulista e Guilherme (Bruno da Silva). Técnico: Gilson Kleina.
Joinville: Matheus; Dick, Evaldo, Bruno Aguiar e Alex Juan; Michel Schmoller, Eduardo Person, Murilo Rangel (Marcos Paraná) e Madson (Elias); Thiago Alagoano e Rafael Grampola (Marlyson). Técnico: Rogério Zimmermann.
Placar: 1-0, Guilherme.
ÁRBITRO: William Machado Stefen auxiliado por Fabiano Coelho da Silva e Luiz Gustavo Ferreira de Souza.
INCIDENCIAS: Partida válida pela quarta rodada do campeonato catarinense, realizada na Arená Condá.

A Chapecoense recebeu o Joinville na Arena Condá na tarde deste domingo (28). Em partida válida pela quarta rodada do Campeonato Catarinense, os donos da casa levaram a melhor, saindo com a vitória pelo placar de 1 a 0. O gol da vitória foi marcado pelo atacante Guilherme.

Somando três pontos nesta tarde a Chape chegou a dez, voltando para a primeira posição da tabela de classificação da competição. Buscando assumir a liderança isolada, o próximo confronto é contra o Tubarão, às 17h de domingo (4), na Arena Condá. Antes, a equipe entra em campo pela Libertadores da América, na quarta-feira (31), às 21h45, para enfrentar o Nacional, buscando uma vaga na fase de grupos da competição.

O Joinville, com seis pontos somados, ocupa a quarta colocação da tabela. O Tricolor volta a campo também no dia 4 de fevereiro, na tarde de domingo, para enfrentar a equipe do Hercílio Luz, na Arena Joinville, às 17h.

Equipe da casa pressiona, mas gol não sai

Logo aos dois minutos Márcio Araújo deu uma janelinha no adversário no meio de campo e deixou a bola para seu companheiro, que fez lançamento para Apodi. O lateral disparou em velocidade invadindo a área, mas seu chute saiu fraco, facilitando a defesa de Matheus. A primeira chegada do JEC foi logo em seguida, Dick fez o passe para Thiago Alagoano pela direita, que finalizou, mas Jandrei ficou com a bola.

A equipe visitante era a que apresentava mais efetividade na partida, com maior presença no campo de ataque. Aos 9 minutos Madson sofreu falta na entrada da área, e na cobrança Murilo Rangel soltou o pé, fazendo com que a bola passasse raspando a trave do goleiro da Chapecoense. Minutos depois foi a vez do próprio Madson soltar a bomba de fora da área, levando perigo mais uma vez a Jandrei.

Chegada a metade da primeira etapa a Chapecoense, que até então tinha muitos erros de passe, se encontrou em campo, passando a ter maior domínio da partida e mais oportunidades de ataque. Com a equipe da casa pressionando, o Joinville recuou.

Aos 35 minutos, a Chape quase abriu o placar em grande estilo. Márcio Araújo fez boa jogada pela direita e cruzou para Wellington Paulista dar uma meia bicicleta, fazendo a bola passar perto do gol de Matheus.

A resposta do Joinville veio na sequência. Após cobrança de falta, Dick apareceu livre para cabecear. A bola passou raspando a trave, mas o árbitro já havia marcado impedimento.

Na reta final, a Chapecoense voltou a pressionar, mas não conseguiu fazer a bola entrar. A primeira etapa encerrou-se sem gols.

Guilherme marca para garantir a vitória da Chapecoense

A Chapecoense voltou com tudo para a segunda etapa, pressionando o Joinville. O adversário por sua vez ainda jogava recuado, procurando oportunidades no contra-ataque.

A equipe da casa abriu o placar aos 13 minutos com Guilherme. Após cruzamento pela direita de Apodi, o atacante apareceu na primeira área para cabecear para o fundo do gol, fazendo o primeiro da partida na Arena Condá.

Depois de sofrer o gol o time do Joinville passou a se arriscar mais, buscando oportunidades de igualar o placar. Já a Chapecoense continuou se impondo, com boas chegadas ao ataque.

Aos 27 minutos, o JEC apareceu com perigo no ataque. Murilo Rangel deu passe para Dick, que fez bom cruzamento para Marlyson. A zaga da Chape afastou, mas Eduardo soltou o pé no rebote, mandando a bola para fora, rente a trave. Alguns minutos os visitantes chegaram novamente, após cobrança de escanteio, Eduardo apareceu na área para cabecear, mas Jandrei salvou sua equipe de levar o empate.

Nos minutos finais de partida a equipe da casa recuou em campo, e o Joinville foi para cima para tentar o empate. Apesar das tentativas dos visitantes, o placar não saiu do 1 a 0 para a Chape.