Chapecoense vence Brusque com dois gols de Wellington Paulista e segue encostado na liderança

Chape joga melhor, garante os três pontos no Campeonato Catarinense e segue encostado no Figueirense, que lidera o estadual

Chapecoense vence Brusque com dois gols de Wellington Paulista e segue encostado na liderança
Wellington Paulista garante a vitória da Chapecoense (Foto: Divulgação/Chapecoense)
Chapecoense
2 0
Brusque
Chapecoense: Jandrei; Apodi, Fabrício Bruno, Douglas e Bruno Pacheco; Amaral, Elias (Kendy), Márcio Araújo e Nenén (Osman); Arthur (Alan Ruschel) e Wellington Paulista. Técnico: Gilson Kleina
Brusque: Dida, Carlos Alberto, Cleyton, Douglas Silva e Neguette (Careca); Ronaell, França, Jean Dias, Adãozinho e Rafinha (Jefferson Renan); Wilson Junior. Técnico: Pingo
Placar: 1x0 - Wellington Paulista (29'min - 1º tempo) 2x0 - Wellington Paulista (15'min - 2º tempo)
ÁRBITRO: Célio Amorim (SC) apitou a partida, auxiliado por Éder Alexandre (SC) e Maíra Americano Labes (SC)
INCIDENCIAS: 7ª rodada do Campeonato Catarinense de 2018; A partida foi realizada ás 16h (Horário de Brasília), na Arena Condá, em Chapecó (SC)

A Chapecoense fez a festa no domingo de carnaval. O Verdão venceu o Brusque por 2 a 0 com dois gols do atacante Wellington Paulista e segue na briga pela liderança do Campeonato Catarinense. O Brusque continua no meio da tabela e pode ficar ainda mais longe das primeiras posições caso o Avaí vença o seu jogo.

A Chapecoense está na segunda colocação da classificação com 16 pontos ganhos, um ponto a menos que o líder Figueirense. O próximo jogo da equipe de Condá será contra o próprio Figueira, na quarta-feira (14), às 21h45, no estádio Orlando Scarpelli. A partida será decisiva e valerá a liderança do estadual.

O Brusque está na sexta colocação, com oito pontos ganhos, há três pontos da zona de rebaixamento do Catarinense. O próximo jogo da equipe será contra o Avaí, na quinta-feira (15), às 20h30, no estádio Augusto Bauer.

Chapecoense pressiona e atacante marca o primeiro

A Chape começou o jogo na ofensiva, mas a primeira chance de perigo demorou para sair. Aos vinte e dois minutos, Arthur tocou para Elicarlos que bateu muito próximo do gol de Dida. Minutos depois, Márcio Araújo cruzou e Arthur chutou forte no rebote para mais uma boa defesa do goleiro do Brusque.

Após esses dois lances, não demorou muito para Wellington Paulista finalmente desencantar na temporada. Bruno Pacheco fez bela jogada e cruzou para o atacante cabecear no canto direito de Dida e abrir o placar: 1x0. Foi o primeiro do camisa nove nesse ano de 2018.

A Chapecoense ainda criou duas boas chances com Apodi e Nenén, mas ambos mandaram pra fora. O Brusque apenas se recuava no campo de defesa e esperava a oportunidade para contra-atacar. A única chance veio com Jean Dias, que chutou com desvio em Arthur e assustou Jandrei.

Wellington Paulista marca mais um e garante a vitória

O atacante da Chapecoense saiu feliz no vestiário após o primeiro gol marcado no ano, e no segundo tempo, a felicidade de Wellinton Paulista só aumentou. Aos quinze minutos, Arthur cruzou e novamente, de cabeça, WP9 estava lá para escorar para o gol de Dida: 2x0.

Após o segundo gol e a vitória praticamente assegurada, a Chape controlou o jogo na defesa, enquanto o Brusque tentava marcar no erro do adversário, mas a dificuldade do time visitante era imensa. O único atleta que arriscava em busca do gol era Jean Dias, mas sempre parando no goleiro Jandrei.

A Chapecoense ainda teve uma boa chance de marcar com Alan Ruschel em cobrança de falta, mas a bola acertou a trave. Ao fim do jogo, comemoração do técnico Gilson Kleina e lamentação do técnico Pingo, que teve seu primeiro revés pelo Brusque no Campeonato Catarinense.