Mesmo criticado, Cássio renova com Corinthians até 2019

Goleiro herói nas conquistas internacionais e ídolo da torcida estendeu seu vínculo até o fim de 2019

Mesmo criticado, Cássio renova com Corinthians até 2019
Foto: Daniel Augusto Jr/ Ag. Corinthians

A terça-feira sem tanta novidade no Corinthians terminou com uma notícia boa para a Fiel. Um dos pilares da equipe desde 2012, o goleiro Cássio renovou seu contrato com o alvinegro por mais três anos, agora com término para dezembro de 2019.

Conhecedor do ambiente corinthiano, Cássio é um dos líderes dentro do vestiário e tinha seu vínculo com o Timão até o fim de 2018, agora sendo atualizado por mais um ano, garantindo uma recompensa financeira caso o goleiro seja vendido para o mercado europeu.

Vindo no fim de 2011, logo após o penta campeonato brasileiro do Corinthians, Cássio não teve muito holofote, sendo apenas o terceiro goleiro, na ocasião. Após erros do titular Júlio César em duelo pelo Paulistão, Tite optou pela mudança na meta, tendo Danilo Fernandes e Cássio como opções. Coube ao desconhecido vindo do PSV, da Holanda, entrar na fogueira em duelo contra o Emelec, no Equador, pelas oitavas da Libertadores de 2012.

Fazendo um milagre atrás do outro, o gigante foi se garantindo e entrando no gosto da Fiel. Até hoje, a defesa contra Diego Souza, mano a mano, na reta final de jogo contra o Vasco, é lembrada como um título. O título da Libertadores garantiu outro show de Cássio, dessa vez contra o milionário Chelsea. O goleiro fechou o gol, levou o prêmio de melhor jogador e garantiu o Bi Mundial.

Mas o atual momento de Cássio não é dos melhores. Contestado por espalmar demais, o goleiro vê a torcida pedir seu reserva imediato, Walter, como titular. Há quem diga que o camisa 12 falhou nos dois gols da eliminação contra o Nacional, quando não segurou nenhum chute dos uruguaios.

Tite não deverá mudar o titular do gol, deixando Cássio na meta para a estreia do Brasileirão 2016, domingo, na Arena Corinthians, contra o Grêmio. O Timão se volta para a competição nacional e entra na busca do sétimo título.