Lucca encerra negociações e renova com Corinthians por três anos

Atacante tem seu vínculo adquirido e fica no Timão até o fim de 2019

Lucca encerra negociações e renova com Corinthians por três anos
Foto: Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

Fim de novela. Após muita especulação, conversas, preços e negociação, o Corinthians divulgou a renovação do atacante Lucca por mais três anos. Seu contrato de empréstimo encerraria após o fim do Campeonato Paulista, mas a diretoria alvinegra tratou de adquirir os direitos do jogador junto ao Criciúma e extendeu o vínculo do jogador até o fim de 2019. Os valores ficam na casa dos 4,5 milhões de reais por 60% de seu passe.

Lucca chegou no meio de 2015 e se tornou uma espécie de talismã da equipe de Tite após entrar durante as partidas e resvolver em muitas delas. Foi assim contra Santos, Atlético MG, Coritiba, Vasco e São Paulo. Atuando pelo setor esquerdo, se viu titular nessa temporada após saída de Malcom. O jogador resistiu ao desmanche no começo do ano e chegou a ser especulado em outras equipes, como Internacional e São Paulo. O novo acordo garante Lucca por mais três temporadas.

Só que, diferente do fim do ano passado, Lucca não manteve a regularidade e passa por altos e baixos. Mesmo sendo decisivo na Libertadores, o atacante é constantemente alvo de críticas por más atuações. O pênalti desperdiçado contra o arquirrival Palmeiras foi apenas um dos momentos que o atacante não correspondeu.

Emprestado pelo Criciúma desde 2015, o atleta, corinthiano desde pequeno, já tinha acertado as bases salariais com o Corinthians, mas ainda não tinha assinado. O impasse da compra e do valor era o empecilho final, concretizado após o Timão decidir comprar 50% do passe que era o time de Santa Catarina, e outros 10%, pertencentes ao Cruzeiro, time na qual Lucca defendeu em 2013.

Em definitivo, o jogador vai disputar posição com Marlone, Marquinhos Gabriel e, possivelmente, Romero e Giovanni Augusto. O talismã deverá estar em campo na estreia corinthiana no Brasileirão, domingo, na Arena Corinthians, contra o Grêmio.