Palmeiras vence, quebra boa sequência do Corinthians e assume vice-liderança do Brasileirão

Em jogo disputado, o alviverde mostrou superioridade no segundo tempo, conquistando sua primeira vitória no Allianz Parque

Palmeiras vence, quebra boa sequência do Corinthians e assume vice-liderança do Brasileirão
(Foto: Marcos Ribolli/Globo Esporte)
Palmeiras
1 0
Corinthians
Palmeiras: FERNANDO PRASS, TCHÊ TCHÊ, THIAGO MARTINS, EDU DRACENA, ZÉ ROBERTO, THIAGO SANTOS, JEAN, MOISÉS (MATHEUS SALES), RÓGER GUEDES (CLEITON XAVIER), DUDU (RAFAEL MARQUES) E GABRIEL JESUS
Corinthians: WALTER; FAGNER, YAGO, FELIPE E UENDEL; CRISTIAN (MAYCON), BRUNO HENRIQUE, G. AUGUSTO, GUILHERME (DANILO) E M. GABRIEL; LUCIANO (ANDRÉ).
Placar: 1-0, MIN. 3 DO SEGUNDO TEMPO, CLEITON XAVIER.
ÁRBITRO: RAPHAEL CLAUS (FIFA) CARTÕES AMARELOS: GIOVANNI AUGUSTO (MIN. 9 DO 1º TEMPO), CRISTIAN (MIN. 24 DO 1º TEMPO), FELIPE (MIN. 31 DO 1º TEMPO), JEAN (MIN. 37 DO 1º TEMPO), ZÉ ROBERTO (MIN. 13 DO 2º TEMPO), EDU DRACENA (MIN. 30 DO 2º TEMPO), FAGNER (MIN. 35 DO 2º TEMPO), MOISÉS (MIN. 42 DO 2º TEMPO).
INCIDENCIAS: PARTIDA VÁLIDA PELA 7ª RODADA DO CAMPEONATO BRASILEIRO, DISPUTADA NO ALLIANZ PARQUE, EM SÃO PAULO.

Pela primeira vez desde a inauguração da nova arena, o Palmeiras bateu o Corinthians no disputado Dérbi Paulista. A vitória foi concretizada pelo modesto placar de 1 a 0. Com gol de Cleiton Xavier logo no início do segundo tempo, o alviverde freou a ascensão que seu rival vinha tendo desde a 3ª rodada, com uma sequência de quatro vitórias, e fortaleceu a própria campanha, chegando á vice liderança isolada. A partida disputada neste domingo (12), válida pela 7ª rodada do Campeonato Brasileiro foi disputada no Allianz Parque, e foi marcada como a primeira entre as duas equipes a ter torcida única, após a medida ter sido decretada em Abril deste ano pela Federação Paulista

Com a derrota e a quebra de sequências vitoriosas, o Corinthians passou a ocupar a quarta colocação, sendo ultrapassado por Inter, Grêmio e o próprio Palmeiras, mantendo-se na casa dos 13 pontos. O Timão volta a campo na quinta-feira (16), quando vai ao Estádio Mané Garrincha, em Brasília, enfrentar o Fluminense. Já o Palmeiras, que passou a somar 15 pontos e pulou da quarta para a segunda colocação enfrentará na quarta-feira o Coritiba, no Couto Pereira

Poucas chances e equilibro entre as duas equipes na etapa inicial 

O jogo começou bem movimentado, com ataques vindos dos dois lados, mas nenhum que trouxesse perigo efetivamente. O primeiro bom lance da partida veio da equipe mandante, aos 8 minutos. Tchê Tchê fez belo toque entre os zagueiros da equipe corinthiana, encontrando Gabriel Jesus. O atacante invadiu a área mas com a demora para bater, foi alcançado por Felipe, que travou seu chute. A bola sobrou para Walter fazer a defesa. Após os 10 minutos iniciais, o ritmo do jogo começou a diminuir, e as jogadas passaram a se concentrar no meio de campo. 

Tentando abrir espaço na defesa palmeirense, Marquinhos Gabriel e Giovanni Augusto invertiam o posicionamento entre sim, mas a marcação rival era forte. Em meio a lances que se alternavam entre as duas equipes, ainda sem muitas grandes chances, o Palmeiras mostrava certa superioridade, mas o Corinthians também mostrava-se vivo apesar das dificuldades. Com 31', Felipe fez falta em Gabriel Jesus, que resultou no primeiro cartão do zagueiro e terceiro da equipe alvinegra. A partida ficava cada vez mais truncada, com ambas as equipes fechando qualquer espaço que permitisse um ataque adversário. 

Somente no minuto 42 veio mais um lance perigoso, dessa vez pelo lado do Corinthians. Uendel recebeu ótima bola pela esquerda e cruzou para trás, deixando Giovanni Augusto livre para tentar o chute. A bola passou à direita do gol de Fernando Prass. A primeira etapa chegou ao fim com o placar ainda marcando 0 a 0, com um bom lance de ataque para cada equipe. 

Gol no início do segundo tempo e pressão alviverde 

No retorno para o segundo tempo, Cuca decidiu fazer sua primeira alteração. Tirou o atacante Róger Guedes para a entrada do meia Cleiton Xavier e, para a alegria do técnico, a alteração logo deu resultado. Aos 2 minutos, com o Palmeiras adiantando a marcação, foi armado um contra-ataque. Dudu quebrou a marcação corinthiana com passe para Moisés, que avançou, xutou e exigiu grande defesa de Walter. No rebote, Cleiton Xavier subiu sozinho e cabeceou para abrir o placar, 1 a 0 Palmeiras. 

Já aos 4 minutos, veio a tentativa de resposta corinthiana. Uendel cobrou falta da esquerda, Prass afastou mal, e Cristian recebeu a bola limpa na entrada da área e soltou uma bomba, que passou raspando o travessão. Em seguida, o Palmeiras recuperou a bola e passou a cadenciar mais o jogo, enquanto o Timão mostrava ter sentido o golpe. No minuto 7, mais uma tentativa do alvinegro com Fagner passando por Zé Roberto e cruzando rasteiro, na medida para Guilherme bater. Pouco antes de a bola chegar no meia, Thiago Santos conseguiu raspar nela e tirá-la do alcance do camisa 10. No contra-ataque, Gabriel Jesus correu e encontra Dudu livre na esquerda. Ele dá um corte no zagueiro Felipe e chutou com muita força, mas Walter conseguiu espalmar. Novamente, aos 10', o Timão desperdiçou uma ótima chance. Uendel cobrou falta da esquerda, Felipe desviou e Guilherme recebeu livre. De canhota, ele tirou de Fernando Prass e acertou a trave. A bola voltou nas mãos do goleiro palmeirense. 

O Corinthians passou a adiantar a marcação para pressionar o Palmeiras, mas não houve resultado. Então, aos 17 minutos, Fagner perdeu a bola para Gabriel Jesus, que avançou e soltou uma bomba. Walter faz mais uma boa defesa. Tite percebeu que já era hora de mudar o time também, e tirou Guilherme para a entrada de Danilo. Dois minutos depois, Cristian levou a mão à coxa, mostrando que não tinha mais condições de jogo, e foi substituído por Maycon. O Corinthians tentava furar a marcação adversária, mas mesmo quando chegava ao gol, a bola parava em Prass. 

Aos 27 minutos, após bola rebatida na área de Walter, Gabriel Jesus ficou com a bola e mandou para o gol, mas Yago desviou quase em cima da linha. Árbitro marcou tiro de meta em vez de escanteio. No minuto seguinte, mais um ataque do Palmeiras. Tchê Tchê recebeu na entrada da área e chutou de pé esquerdo. A bola passou a centímetros da trave esquerda de Walter. Com o Corinthians sofrendo certa pressão, sem conseguir partir para o ataque, Tite deu a cartada final e colocou André no lugar de Luciano, enquanto no palmeiras saiu Dudu para a entrada de Rafael Marques. Aos 39', nova chance para o Palmeiras. Zé Roberto passou com facilidade por Fagner e cruzou na cabeça de Gabriel Jesus, que, desequilibrado, mandou a bola por cima do gol do Corinthians. 

Com 43 minutos, Cuca fez sua última alteração, colocando Matheus Sales no lugar de Moisés, que saiu com câimbras e, apesar do jogo ter se estendido por mais quatro minutos que foram dados de acréscimo pelo árbitro, com o Corinthians inteiro jogando dentro da área palmeirense, o placar não sofreu qualquer alteração. Na despedida do zagueiro corinthiano Felipe, a festa foi alviverde, e o Palmeiras conquistou sua primeira vitória sobre o rival na nova casa.