Dispensado por ofender São Paulo em rede social, atacante Getterson é observado pelo Corinthians

Presidente do Corinthians afirma que Corinthians avalia Getterson, dispensado do rival São Paulo após chamar clube de bambi. E defende presidente do tricolor

Dispensado por ofender São Paulo em rede social, atacante Getterson é observado pelo Corinthians
Getterson (à direita) é sondado pelo Corinthians (Foto: Divulgação / São Paulo)

O Corinthians está observando o atacante Getterson do J Malucelli, dispensado do São Paulo após postagens polêmicas nas redes sociais. Roberto de Andrade admitiu que o Corinthians, através do CIFUT (Centro de Inteligência do Futebol), analisa o jogador, e ainda comentou que Getterson já tinha sido observado antes.

O atacante de 26 anos foi dispensado seis horas depois de sua apresentação. Nessas horas em que o atleta foi do São Paulo, viralizou na rede mensagens de 2013, em um perfil do jogador no Twitter, onde ele chamava o clube de “bambi”, além de ter afirmado que o Corinthians era seu time de coração. Isso tudo provocou a ira de uma parte da torcida tricolor e pedidos de contratação por parte de corinthianos.

Temos um departamento que fica mapeando todo mundo. É um jogador que já tínhamos visto e estão vendo de novo agora” disse, à Fox Sports, o presidente do Corinthians.

Não condeno o Leco (presidente do São Paulo), porque se isso acontece no Corinthians, a atitude seria a mesma”, acrescentou.

Antes de sua dispensa, Getterson chegou como aposta ao São Paulo devido sua velocidade, força e boa conclusão. O atacante chegaria com aval do técnico do São Paulo. Bauza não ficou satisfeito com a forma que terminou a negociação: “não tem lógica”, disse o comandante.

O atacante do J Malucelli marcou cinco gols no Campeonato Paranaense desse ano, o que motivou o monitoramento dos rivais. A chegada seria uma aposta de baixo custo do Corinthians para o setor que vem sendo tão criticado em 2016. O clube paranaense disputa a Série D do Brasileirão.

Cristóvão Borges, técnico do Corinthians, já manifestou que planeja aumentar o elenco para disputar Copa do Brasil e Brasileirão simultaneamente. A prioridade é por um centroavante. Um atacante de lado de campo viria a calhar, já que Lucca, Romero, Luciano e Marlone não convencem em campo.

Em entrevistas, Getterson falou a respeito da saída e de que chorou muito, o que chamou de 'chance da vida'. E também que há males que vem para o bem e espera um bom desfecho para tudo isso.