Zagueiro Pedro Henrique e atacante Rildo apoiam chegada de Alexandre Pato: "Vai agregar"

Todos os atletas se reapresentaram aos treinos após folga na segunda feira. Alexandre Pato foi o assunto do dia no CT Joaquim Grava. Pedro Henrique e o atacante Rildo falaram a respeito do retorno de Pato

Zagueiro Pedro Henrique e atacante Rildo apoiam chegada de Alexandre Pato: "Vai agregar"
Foto: (Reprodução)

Nesta terça-feira (5) os jogadores do Corinthians voltaram aos treinos, após a goleada diante o Flamengo por 4 a 0, em Itaquera, no domingo. Entretanto, a presença de um jogador foi o assunto nessa tarde de treinamentos no CT Joaquim Grava: Alexandre Pato, que treinou na academia e correu no gramado com um preparador físico.

Pato voltou aos treinos, após ser reintegrado ao grupo depois de dois anos e meio emprestado ao São Paulo e Chelsea respectivamente. O jogador já tem o nome no BID (boletim informativo diário) e pode estrear. O clima entre Pato e os jogadores foi amistoso e bem humorado, por diversas vezes Pato foi flagrado rindo com companheiros.

Para a entrevista coletiva depois do treinamento foram escalados o atacante Rildo e o zagueiro Pedro Henrique. Os jogadores não conseguiram fugir das perguntas relacionadas ao retorno de Pato, mas não deixaram faltar elogios e pedidos por permanência do atacante.

"É um grande atacante, na temporada passada fez bastante gols. Vai agregar e fazer o seu melhor", disse o garoto Pedro Henrique, que teve o nome gritado pela torcida.

"Excelente jogador, amigo, cumprimentei ele, está trabalhando. Se for compor o elenco vai fazer grande diferença. Grande atacante” concluiu o zagueiro.

"Estou torcendo para que o Pato fique para nos ajudar nessa caminhada rumo ao título",  afirmou Rildo que marcou seu primeiro gol com a camisa do Corinthians.

Os jogadores também falaram sobre o novo comandante alvinegro, Cristóvão Borges. E sobre a semana de folga que o técnico tem para trabalhar a equipe.

"Pelo pouco contato que tivemos, é um cara excepcional. Vamos consertar o que erramos no jogo passado para na próxima partida não ter nenhum erro", disse o zagueiro.

"Semana cheia sempre é proveitosa, é a primeira do Cristóvão, temos de assimilar o que ele quer, aprender a filosofia de trabalho. Ele chegou e só tinha jogos. Vai ter essa semana para trabalharmos o que ele pedir para sábado", disse o atacante.

Rildo que sofreu com lesões desde que chegou ao Corinthians, falou a respeito de seu primeiro gol pelo Corinthians, enquanto Pedro Henrique comentou sobre titularidade e o apoio que teve depois do erro contra o Atlético Mineiro.

"Ninguém espera, a torcida cobra bastante, mas logo em seguida recebi apoio de todos, dos meus familiares, amigos, a torcida nas redes sociais. Só tenho a agradecê-los por isso", disse o zagueiro de 20 anos.

Com Tite tive oportunidade e com dois ou três minutos tudo foi por água abaixo. Operei, não sarava. E dessa vez, com os mesmos minutos, fiz o gol. Se eu tivesse entrado contra o América-MG, talvez Cristóvão teria dado essa chance a outro contra o Flamengo. Deus me abençoou", comentou Rildo.

A pausa nos jogos será muito bem vinda no Corinthians, que atuou duas vezes por semana desde a chegada de Cristóvão – dia 20 de julho. Tempo para assimilar a nova filosofia de jogo e de possíveis retornos de jogadores do departamento médico do clube.

O zagueiro ainda falou a respeito do pênalti perdido por Pato em 2013 – que culminou na eliminação do Timão na Copa do Brasil daquele ano.

Quanto ao erro, todo mundo está sujeito. Ele foi bem recebido, todo mundo gosta dele aqui. Vai fazer grande diferença no elenco", afirmou.