Cristóvão Borges adia estreia de Pato no Corinthians: “Ele não se sente pronto”

Sem condições físicas, atacante não irá estrear contra o Figueirense

Cristóvão Borges adia estreia de Pato no Corinthians: “Ele não se sente pronto”
Foto: Daniel Augusto Jr/Agência Corinthians

Tudo estava certo para reestreia de Alexandre Pato com a camisa do Corinthians. Só que não. Nesta sexta-feira (22) que antecede à partida contra o Figueirense, na Arena Corinthians, pela 16ª rodada do Brasileirão, Cristóvão Borges surpreendeu ao falar, em entrevista coletiva no CT Joaquim Grava, que Pato não está preparado fisicamente para o retorno aos jogos e que não irá participar do duelo.

Pato não está relacionado e não vai participar desse jogo. Estamos fazendo avaliações dele, e ele ainda não tem condições de ir. Conversando com o atleta, ele acompanha isso e participa das avaliações. Ele não se sente ainda pronto para participar. Ele está vendo a expectativa em torno dele e quer voltar bem. Ainda não se encontra bem o suficiente”, afirmou Cristóvão Borges.

O comandante alvinegro chegou a confirmar, anteriormente, a presença de Pato no jogo deste final semana. Em paralelo, corre informações de o atacnate pode estar envolvido em um possível retorno para o São Paulo, clube em que viveu sua melhor fase em toda carreira. Corinthians, São Paulo e o estafe do jogador não confirmam.

Pato esteve emprestado ao Chelsea no início deste ano e atuou apenas duas vezes. Depois do término do contrato, passou 40 dias de férias e longe dos treinamentos, motivo esse que explica a falta de condicionamento físico. Outra justificativa que existe nos bastidores seria um possível receio da diretoria no encontro de Alexandre Pato com a torcida.

Pelo contrário, minha ideia era contar com ele. Com toda a certeza, ele vai agregar e somar. Seria muito interessante para isso. Vimos que ainda não é o momento, então vamos esperar mais um pouquinho”, explicou Cristóvão Borges.

Com a camisa número 7 em uso – atualmente com Elias –, o jogador poderia ficar com o número 77, possibilidade que pegou muito mal com a torcida. O número é emblemático no clube do Parque São Jorge: em 1977, o Corinthians vencera a Ponte Preta e faturava o Campeonato Paulista, após 23 anos na fila sem títulos.