Organizadas do Corinthians protestam contra administração do clube e pedem reforços

Torcidas organizadas se reuniram e protestaram no Parque São Jorge devido aos maus resultados e má administração da diretoria

Organizadas do Corinthians protestam contra administração do clube e pedem reforços
Divulgação / Gaviões da Fiel

Diante do desempenho apresentado nos últimos jogos, as torcidas organizadas do Corinthians se reuniram e protestaram nesta noite de segunda-feira (15), em frente ao Parque São Jorge. O protesto foi direcionado em grande parte à diretoria, que tem realizado um mau desempenho perante as questões do clube e falhou muito no quesito contratações, perdendo jogadores de peso e não trazendo bons reforços. Poucos dos atletas que chegaram mostraram bom futebol. O setor mais carente tem sido a linha de frente: André, Romero e Luciano não tem dado conta de balançar as redes e são duramente criticados.

Faixas, bandeiras, sinalizadores, fogos e outros foram utilizados no protesto. A torcida pediu também um centroavante para ajudar o time e reclamou os atuais resultados da equipe que não são bons: três jogos sem vitórias e uma derrota amarga frente ao Grêmio, no último domingo, por 3 a 0, na casa do tricolor gaúcho. Assim como em outras partidas, a equipe alvinegra desperdiça chances claras de gol e depois acaba sofrendo um contra-ataque que desarma a equipe. O presidente Roberto de Andrade, o diretor de futebol Eduardo Ferreira e o vice-presidente, André Negão, foram citados também no protesto.

Elias também foi criticado pelo torcedor diante da declaração que deu comparando a torcida corinthiana com a torcida do São Paulo. Depois ele manteve as críticas, mas pediu desculpas pela comparação.

Nenhum dos atletas e nem pertencentes a comissão técnica estavam no prédio por conta do anúncio da manifestação e todos foram liberados mais cedo. Os jogadores estão de folga. Haverá outro protesto no dia 27 de agosto, na Arena Corinthians, durante a reunião do Conselho Deliberativo. Será votado o fim do chamado “Chapão” que é a forma atual de eleição dos conselheiros treinais.

O Timão volta a campo no dia 22 (segunda-feira) para enfrentar o Vitória, na Arena Corinthians. A equipe ocupa a quinta colocação no Campeonato Brasileiro.