Corinthians encerra preparativos para enfrentar o Santa com agressão de Vilson em Marciel

Técnico Fábio Carille descartou punição ao zagueiro, que se desculpou com o volante após a briga, além de recorrer às redes sociais: "Me sinto envergonhado"

Corinthians encerra preparativos para enfrentar o Santa com agressão de Vilson em Marciel
(Foto: Agência Corinthians)

Na manhã desta terça-feira (11), o Corinthians realizou mais um treino antes de enfrentar a equipe do Santa Cruz,  nesta quarta-feira, em Cuiabá. A equipe já vem de uma sequência de seis jogos sem vitória e preocupa. Porém um momento de susto tomou conta do treino.

O zagueiro Vilson, que estava disputando bola com o volante Marciel, em dado momento acabou desferindo um soco na cara do companheiro quando o mesmo tentou uma entrada mais dura para tomar a bola. O jovem jogador ficou caído em campo até receber atendimento médico e depois voltou para a prática.

Após o ocorrido não aconteceu mais nada. Os dois saíram conversando e tentando reparar o que houve em campo. O atual comandante corinthiano, Fábio Carille, respondeu a respeito do ocorrido.

"Já vi as imagens, chamei o atleta, não aceitamos esse tipo de comportamento e atitude. Resolvemos internamente. Não aceitamos essa atitude, mas vira e mexe acontece por aí, é um esporte de contato. Vilson é de índole muito boa e muito positivo. Já resolvemos", disse Carile.

O técnico também comentou sobre haver ou não uma punição ao atleta: "Em primeiro lugar temos de ter uma conversa. Ele falou que foi situação de momento, ficou muito chateado. A princípio não passa de uma conversa, sem punição", declarou o treinador.

O zagueiro, que não está na lista dos relacionados para o próximo jogo, procurou se retratar através de um vídeo que postou em suas redes sociais.

"Venho através deste vídeo dar um esclarecimento pelo ocorrido no treino com o Marciel, dizer que estou muito envergonhado, muito triste pelo o que aconteceu, que isso não é da minha índole, de jeito nenhum, agredir um companheiro, ou até um adversário, dizer que estou muito envergonhado. Quero pedir desculpas ao Marciel, apesar que logo após o ocorrido fui nele pedir desculpas e ele ter aceitado", escreveu Vilson.

O Timão ocupa a nona colocação, com 42 pontos e em busca de uma vaga no G-6, a nova zona de classificação para a Taça Libertadores da América.