Jô é apresentado e exalta retorno ao Corinthians após 11 anos: "Minha casa"

Jogador, que só jogará em 2017, é apresentado e reforça estar melhor fora de campo após vida conturbada em passagens anteriores em clubes brasileiros

Jô é apresentado e exalta retorno ao Corinthians após 11 anos: "Minha casa"
Foto: Daniel Augusto Jr/ Agência Corinthians

O mais jovem jogador a atuar com a camisa do Corinthians está de volta, 11 anos após sair para o futebol europeu. Jô foi apresentado à impresa após assinar o contrato na tarde desta quarta-feira e é o segundo reforço para 2017 já acertado com o time alvinegro. Além dele, o jovem atacante Luidy, atualmente no CRB, é o outro que chegará no ano que vem.

Retornando ao time após o título brasileiro de 2005, único pelo clube, Jô se mostrou bem alegre e contente em poder voltar o time que o revelou para o futebol, ainda com 16 anos em 2003. E não pensou duas vezes, mesmo treinando fisicamente nas dependências do Atlético MG, seu ex-clube no Brasil: "Corinthians é minha casa. Quando surgiu a possibilidade de voltar, independente de colocação ou que divisão estivesse, foi minha melhor escolha."

Com praticamente tudo diferente daquilo que deixou em 2005, quando foi para a Rússia, o jogador se mostrou bem surpreso com a estrutura da equipe e com as diferenças encontradas: "O clube cresceu e tem uma estrutura que realmente é muito boa. Passei por clubes na Europa, e poucos têm uma estrutura dessa. Antigamente tinha container, chuveiro gelado, mas o Corinthians é assim. Viver o dia a dia, estar de corpo e alma. A estrutura é maravilhosa."

Agora evangélico, Jô falou sobre a mudança de religião e o quanto isso mudou seu comportamento e o ajuda no dia-a-dia nos trabalhos em campo: "Foi no final de 2014, depois da Copa. Retornei ao Atlético-MG, não vinha fazendo bons jogos, tive problemas na vida pessoal, um tempo sem fazer gols. Tive férias, sozinho e comecei a refletir, encontrei Deus. No começo de 2015, fiquei feliz com a família, vi que poderia estar jogando a vida no lixo. E tudo voltou a ter uma direção. Foi no final de 2014 que reencontrei a paz fora de campo."

Jô trabalha com o elenco para aprimorar a parte física, mas parte burocrática o impede de atuar. Com isso, o atacante só deve atuar com a camisa corinthiana apenas na Flórida Cup, torneio de pré-temporada que o Timão participará nos Estados Unidos durante o mês de janeiro. A equipe ainda briga pela vaga no G6 do Brasileiro para conseguir uma vaga na Libertadores do ano que vem.

No sábado, o Corinthians encara o arquirrival São Paulo no último clássico do ano. No Morumbi, a vitória é praticamente obrigatória para seguir almejando a vaga. O técnico Oswaldo de Oliveira ainda não definiu a equipe.