Corinthians não encontra dificuldade, quebra marca histórica e vence Sport

Alvinegros tiveram o domínio da partida desde o início e encontraram tranquilidade para construir o resultado e garantir a maior pontuação de uma equipe no primeiro turno na era dos pontos corridos

Corinthians não encontra dificuldade, quebra marca histórica e vence Sport
Foto: Alexandre Schneider/Getty Images
Corinthians
3 1
Sport
Corinthians: Cássio; Fagner, Balbuena, Pedro Henrique e Guilherme Arana; Gabriel, Maycon (Camacho, min 75), Clayson (Pedrinho, min 73), Rodriguinho e Romero; Jô. Técnico: Fábio Carille.
Sport: Magrão; Samuel Xavier, Henriquez, Durval e Sander; Patrick (Thallyson, min 76), Rithely, Everton Felipe (Juninho, min 58), Diego Souza e Osvaldo (Anselmo, min 59); André. Técnico: Vanderlei Luxemburgo.
Placar: 1-0, Guilherme Arana, min 8; 2-0, Rodriguinho, 46; 3-0, Pedro Henrique, min 65; 3-1, Thallyson, min 82;
ÁRBITRO: Wagner Reway (Fifa-MT), auxiliado por Fábio Rodrigo Rubinho (MT) e Marcelo Grando (MT). Cartões amarelos: Romero (Corinthians); Samuel Xavier e Henriquez (Sport).
INCIDENCIAS: Partida válida pela 19ª rodada da Série A do Campeonato Brasileiro, disputada na Arena Corinthians, em São Paulo. Público: 41.522. Renda: R$ 2.446.519,00.

O Corinthians segue a passos largos para conquistar o título. Os corintianos entraram em campo na noite deste sábado (5) para fazer um duelo com o Sport, na Arena Corinthians, em São Paulo, pela 19ª rodada da Série A do Campeonato Brasileiro e acabaram não tomando conhecimento do adversário, que teve mais posse de bola, mas trabalhou de maneira burocrática e viu os alvinegros vencerem por 3 a 1 com eficiência. Guilherme Arana, Rodriguinho e Pedro Henrique fizeram para o Timão, enquanto Thallyson marcou em favor do Leão.

Com o resultado desta noite, o Corinthians continua soberano na competição nacional, pois ainda não perdeu uma partida sequer. O alvinegro é o primeiro colocado, com 47 pontos, abrindo nove de vantagem para o segundo, que é Grêmio, com 36 pontos, e uma partida a menos. Já o Sport ainda segue no G-6, ficando na sexta posição, com 28 pontos. Os rubro-negros podem ser ultrapassados pelo Cruzeiro, uma vez que os mineiros ainda vão entrar em campo nessa rodada e somam 26 pontos.

A 20ª rodada da Série A do Campeonato Brasileiro será realizada apenas no próximo final de semana. O Corinthians, entretanto, só vai entrar em campo por essa rodada na quarta-feira (23), às 19h30, quando enfrentará a Chapecoense, na Arena Condá, em Chapecó, Santa Catarina. Já o Sport terá pela frente, no domingo (13), às 16h00, um confronto diante da Ponte Preta, na Ilha do Retiro, em Recife, Pernambuco.

Leão encontra dificuldades para atacar, Timão aproveita oportunidades e sai na frente

O confronto começou com os donos da casa fechando espaços para colocar velocidade e se impor diante do visitante. O Sport, por sua vez, trabalhava a bola com tranquilidade e tentava explorar as pontas para surpreender, mas o Corinthians dificilmente dava essa possibilidade. A primeira ótima chegada pertenceu aos alvinegros aos cinco minutos, quando Romero acertou ótimo passe para Rodriguinho entrar na área pela esquerda e chutar cruzado para Magrão fazer ótima defesa.

Pressionando bastante, o Corinthians não demorou muito para comemorar. Aos oito minutos, Fagner avançou com liberdade pela direita e cruzou bem, mas a defesa afastou para frente da área, em que estava Guilherme Arana, que chegou chutando de primeira e marcou um belo gol para delírio da torcida alvinegra. A reposta do Sport veio momentos depois, quando Everton Felipe cobrou escanteio e Durval quase deixou tudo igual, mas Cássio conseguiu evitar o perigo.

Trabalhando no campo ofensivo, o Sport sentia muita dificuldade para quebrar as linhas de marcação corintiana para chegar com perigo, ficando apenas com toques de lado, sem infiltrar. A melhor oportunidade, então, veio aos 27 minutos em um chute de fora com Samuel Xavier, que bateu bem e parou na boa defesa do goleiro Cássio. A resposta alvinegra veio logo depois e por muito pouco não aconteceu mais um gol, pois Rodriguinho recebeu sozinho na grande área e acabou finalizando para fora, assustando bastante a defensiva rubro-negra.

Com a vantagem, o Corinthians seguiu movimentando bem as linhas de marcação e evitando as chegadas do Sport, que apresentava muita lentidão na construção das jogadas para encontrar espaços e levar perigo, ficando com a bola, mas trabalhando muito com toques de lados sem ofensividade. Desta maneira, o primeiro tempo acabou sendo encerrado no 1 a 0 em favor dos mandantes.

Corinthians volta de maneira avassaladora, aproveita falhas defensivas do Sport e vence com tranquilidade

Para o segundo tempo, o técnico Fábio Carille resolveu manter a mesma formação da primeira etapa, enquanto o técnico Vanderlei Luxemburgo também não quis saber de fazer alteração. Com a bola rolando, o Corinthians voltou com tudo e partiu para cima, sempre precisar de esperar muito para comemorar. Ainda com 19 segundo, Rodriguinho avançou com liberdade pelo meio e chutou colocado, tirando do alcance de Magrão e acertando o ângulo para delírio da torcida alvinegra.

Buscando melhor o desempenho ofensivo, o técnico Vanderlei Luxemburgo recebeu tirar Everton Felipe para colocar o atacante Juninho. Depois, o treinador rubro-negro acionou o volante Anselmo na vaga de Osvaldo. Os rubro-negros assustaram os corintianos aos 19 minutos, quando Sander avançou pela esquerda e fez cruzamento fechado, quase acertando a meta defendida por Cássio, que nada pôde fazer. A reposta do Corinthians veio aos 20 minutos e foi para festejar. Pedro Henrique subiu sozinho no meio da defesa e cabeceou para o fundo das redes para delírio da torcida alvinegra.

Apesar da desvantagem, o Sport não quis saber de ficar apenas esperando o apito final e foi tentar diminuir o placar. Uma boa possibilidade surgiu aos 26 minutos, quando André recebeu ótimo passe de Diego Souza, entrou na área e chutou fraco para defesa tranquila de Cássio, perdendo uma grande chance. O técnico Fábio Carille resolveu colocar o atacante Pedrinho na vaga de Clayson. Pouco tempo depois, ele reforçou a marcação tirando Maycon para colocar Camacho. Aos 33 minutos, Diego Souza acertou ótimo passe para André sair na cara da meta e chutar fraco para Cássio defender tranquilamente.

Diante da pouca ofensividade do adversário, o Corinthians foi administrando o resultado e ainda tentando aumentar nos contra-ataques. Aos 34 minutos, Rodriguinho recebeu com liberdade pela esquerda, foi para cima da marcação e limpou bem, mas acabou tocando muito forte na tentativa de encobrir o goleiro Magrão, que apenas ficou olhando. Aos 37 minutos os leoninos conseguiram diminuir, pois Thallyson resolveu arriscar um chute forte de fora da área e acertou o ângulo do goleiro Cássio, que não poderia fazer nada. Assim, o confronto foi encerrado no 3 a 1 em favor dos mandantes.


Share on Facebook