Corinthians sai na frente, mas cede empate ao Racing-ARG e se complica na Sul-Americana

Após um grande primeiro tempo, Corinthians recuou na segunda etapa e viu a equipe argentina sair com um resultado satisfatório de Itaquera; empate sem gols na Argentina, dará a classificação para o Racing

Corinthians sai na frente, mas cede empate ao Racing-ARG e se complica na Sul-Americana
MIGUEL SCHINCARIOL/AFP/Getty Images
Corinthians
1 1
Racing-ARG
Corinthians: Cássio, Fagner, Balbuena, Pablo e Marciel (Camacho); Gabriel (Felipe Bastos) e Maycon; Jadson, Rodriguinho (Giovanni Augusto) e Romero; Jô. Técnico: Fábio Carille
Racing-ARG: Musso (Gastón Gómez), Solari, Vittor, Barbieri, Orbán e Soto (Mansilla); Arévalo Ríos, Gonzalez e Zaracho (Meli); Lisandro López e Triverio. Técnico: Diego Cocca
Placar: Maycon (29'1ºT - 1 x 0) e Triverio (29'2ºT - 1 x 1)

Na partida de ida das oitavas da Copa Sul-Americana, o Corinthians recebeu o Racing-ARG na Arena Corinthians. Com um tempo para cada equipe, a partida terminou empatada em 1 a 1, gol de Maycon e Triverio. A partida de volta, em Avellaneda (ARG), será na próxima quarta-feira (20), e o empate com dois ou mais gols, classificará a equipe paulista para enfrentar Libertad (PAR) e Independente Santa Fé (COL).

Em má-fase no Campeonato Brasileiro, o Corinthians completou a terceira partida seguida sem vencer na Arena, e se empatar sem gols na partida de volta, estará eliminado da Sul-Americana. No Brasileirão, a equipe receberá o Vasco, no domingo (17), em Itaquera. Já o Racing, também no domingo, enfrentará o Banfield pelo Campeonato Argentino.

Com amplo domínio na primeira etapa, Corinthians joga bem e Maycon garante a vantagem parcial

MIGUEL SCHINCARIOL/AFP/Getty Images
MIGUEL SCHINCARIOL/AFP/Getty Images

A partida na Arena começou com o Corinthians tendo a posse de bola. Mas foi em um ataque do Racing que os paulistas tentaram o primeiro ataque, no contra-ataque puxado por Jô, mas a defesa argentina cortou o cruzamento do atacante. A partida seguiu com os donos da casa tentando atacar, mas com Rodriguinho e Jadson errando muito, a bola voltava para os argentinos, que passaram a ter maior posse de bola. 

Aos 19, Cássio cobrou o tiro de meta, Jô desviou para Rodriguinho que ia finalizar, mas foi travado. Cinco minutos depois, Maycon arriscou forte e Musso espalmou. Aos 27, veio a primeira grande chance do jogo: após cruzamento de Marciel, Rodriguinho cabeceou para o chão e acertou o travessão da equipe argentina. 

Dois minutos depois, saiu o gol: Marciel fez uma ótima jogada, invadiu a área e tocou para Maycon chutar rasteiro, no cantinho de Musso, abrindo o placar para o Corinthians. Aos 30, a única chance do Racing no primeiro tempo: Soto tocou para Zaracho finalizar e Cássio defendeu em dois tempos.

Um minuto depois, Jadson fez tudo sozinho e tocou para Romero chutar para fora, com muito perigo. Aos 36, Fagner cruzou para Rodriguinho acertar um lindo chute, forçando uma ótima defesa de Musso, e foi o último lance de perigo da primeira etapa.

Corinthians muda estratégia, Racing melhora e consegue o empate

MIGUEL SCHINCARIOL/AFP/Getty Images
MIGUEL SCHINCARIOL/AFP/Getty Images

No segundo tempo, a primeira chance do Corinthians veio com segundos, quando Romero aproveitou o erro da defesa argentina e, na cara de Musso, chutou em cima do goleiro. A partir disso, os argentinos acordaram na partida. Aos 7, Triverio driblou Pablo e bateu forte para grande defesa de Cássio. No escanteio, o Racing fez linha de passe de cabeça e Órban cabeceou para fora.

Aos 9, Solari cruzou para Triverio que, livre, cabeceou em cima de Cássio. Um minuto depois, Lisandro López arrancou pela esquerda e quase deixou González com o gol aberto, mas Pablo apareceu na hora certa para cortar. Aos 12, o goleiro Musso - que vinha sentindo dores na coxa - foi substituído por Gastón Gómez. O Corinthians passou a apostar no contra-ataque e quase teve uma boa chance com Romero, mas o paraguaio, após dar um lindo drible, errou o cruzamento.

A partida caiu de ritmo, com a boa marcação dos donos da casa, e com a queda na produção ofensiva dos argentinos. Aos 24, Rodriguinho cruzou da esquerda, na cabeça de Maycon que tocou no ângulo, mas Gastón Gómez fez uma linda defesa. De tanto chamar a equipe argentina para o seu campo, o Corinthians pagou caro: aos 29, Lisandro recebeu e, com espaço, arriscou para defesa de Cássio, mas no rebote, Triverio empurrou para o gol, 1 a 1.

Precisando da vitória, e com apoio da torcida, o Corinthians foi para cima, e quase marcou o segundo após grande jogada de Fágner, em que Gómez defendeu em dois tempos. Após empatar, o Racing seguiu em busca do gol, e Carille colocou Camacho e Felipe Bastos em campo, pensando em não sofrer a virada.

No fim, Jô ainda tentou dar a vitória ao Corinthians mas, no primeiro momento, Romero tirou a bola da cabeça do atacante, e no segundo momento, a bola foi desviada e saiu pela linha de fundo. Mas não deu tempo para mais nada, e a equipe de Fábio Carille tropeçou mais uma vez em Itaquera, a terceira partida seguida sem vitória em casa.