Guilherme Arana: jogador fundamental e indispensável no título brasileiro do Corinthians

Lateral-esquerdo oriundo das categorias de base do Timão é líder de assistências do time na temporada e ganhou destaque internacional por atuação em 2017

Guilherme Arana: jogador fundamental e indispensável no título brasileiro do Corinthians
Foto: Rodrigo Rodrigues/VAVEL Brasil

Cria da base do Corinthians, Guilherme Arana saiu da sombra da reserva em 2015 para se tornar protagonista em 2017, e para muitos, é o melhor jogador do time na temporada, e poderá sair com 2 títulos nas mãos, dividindo espaço com os 5 outros títulos que conquistou desde sua chegada ao elenco profissional do Timão. O jovem lateral é mais um da "Geração 97" que vem se destacando ao lado de jogadores como Malcom, Gabriel Jesus, e seu parceiro de campo, Maycon.

Arana fez sua estreia em 2014 no Corinthians de Mano Menezes na partida que inaugurava a Arena da Baixada, contra o Atlético-PR, clube qual teve breve passagem por empréstimo no mesmo ano. O atleta entrou em campo nos últimos minutos de jogo, substituindo Uendel, dando seus primeiros passos como atleta profissional. Não sendo muito aproveitado no elenco principal do time, o lateral-esquerdo voltou a equipe sub-20 para participar da Copa São Paulo de Futebol Júnior, a qual se sagrou campeão, e logo após a conquista, o jogador voltou ao time profissional, e foi inscrito para participar do Campeonato Paulista de 2015.

No início de 2015, foi emprestado ao Atlético-PR, mas a presença de Arana no time paranaense não durou muito pois foi acionado às pressas pelo então técnico, Tite, após a saída de Fábio Santos e lesão de Uendel, o garoto marcaria presença em jogos importantes que levaram ao hexacampeonato do Timão naquele ano, e tornando-se um dos mais jovens atletas a ser campeão do Brasileirão pelo Corinthians, com apenas 18 anos.

Em 2016, com lesão e saída de Uendel, Arana teve chance de fazer sequência pelo time alvinegro, ganhando mais espaço no time, e se tornando cada vez mais necessário para o esquema tático de cada treinador que chegava ao time, até a chegada de Fábio Carille, em 2017, que conhece o trabalho do lateral desde os tempos de base, firmou o atleta ao time e levou o jogador a vencer o prêmio individual de melhor lateral-esquerdo do Campeonato Paulista do mesmo ano, após conquistar a taça do campeonato estadual.

Foto: Alexandre Schneider/Getty Images

Guilherme Arana não é um jogador de fazer muitos gols, mas assombra o maior rival, o Palmeiras, que em 2015, no Corinthians de Tite, fez seu primeiro gol como profissional, e em 2017, já comandado por Carille, ampliou o placar para 2 a 0 em pleno Allianz Parque, levando a nação corinthiana a loucura.

O lateral pode até não marcar muitos gols, porém participa de vários e é líder de assistências do elenco na temporada com nove passes para o gol, e muitos foram feitos por Jô, destacando o entrosamento dos dois atletas dentro de campo, que levam o Corinthians ao seu heptacampeonato em 2017.

Clubes como Barcelona e Sevilla despertaram interesse pelo atleta, e vem sendo chamado até mesmo de “o próximo Marcelo”, hoje, lateral do Real Madrid e de seleção Brasileira, o jovem não deve permanecer no clube paulista na próxima temporada, e negociações vem acontecendo aos poucos, mas há certeza de que o mesmo irá jogar até o fim da temporada no Corinthians, podendo colocar mais uma taça em seu já extenso currículo, com apenas 20 anos de idade.