Corinthians, o maior vencedor do Campeonato Brasileiro e dos pontos corridos

Três últimas décadas de conquistas nacionais elevaram patamar do Timão: de clube com taças regionais a um dos maiores vencedores no país

Corinthians, o maior vencedor do Campeonato Brasileiro e dos pontos corridos
Foto: Rodrigo Rodrigues|VAVEL Brasil

Apesar da numerosa torcida e do reconhecimento nacional que teve em toda a sua história, é inegável que o Corinthians teve o patamar elevado a partir de 1990. Com a conquista do primeiro título brasileiro, após bater na trave em anos anteriores e ficar com o vice, a grandeza escrita em seu hino passou a ser comprovada por meio de taças e grandes feitos. Mesmo com a unificação de todos os títulos disputados a partir dos anos 1950, o Alvinegro do Parque São Jorge está na lista dos maiores vencedores nacionais.

O Campeonato Brasileiro foi posto em ação e iniciado a partir de 1971 e o Atlético-MG foi o primeiro campeão do Brasileirão “da era moderna”, por assim dizer. Depois de uma variedade de clubes, o Corinthians passou a se fazer presente na lista desde 1990. São times presentes na memória do torcedor corinthiano como de grande qualidade, vencedores, com campanhas e momentos incríveis.

Embora vários pontos sejam levados em consideração para o sucesso da equipe nos últimos anos, o fato é que a conquista do heptacampeonato brasileiro deixou o clube isolado como maior vencedor do torneio. O rival São Paulo, que comemorou bastante quando conquistou entre 2006 e 2008, viu o grande adversário local manter uma hegemonia, principalmente no século XXI. As numerosas vitórias e o ótimo desempenho colocaram o Corinthians como um time que sabe jogar o Brasileiro no sistema de pontos corridos. Embora três dos sete títulos brasileiros tenham sido conquistados em sistemas eliminatórios – 1990, 1998 e 1999, a manutenção de uma filosofia de trabalho contribuiu para o torcedor ficar acostumado em ver o time na primeira posição ao fim de um torneio.

Com o heptacampeonato brasileiro, o Corinthians evidenciou ainda mais um dos versos iniciais de seu hino bastante conhecido. O “Campeão dos Campeões” coloca mais um troféu em sua galeria e se torna cada vez um dos maiores vencedores do século XXI no Brasil, com sete títulos nacionais em 45 anos, quatro destes garantidos em pouco mais de uma década.