Emocionado, Guilherme Arana confirma proposta do Sevilla e deve deixar Corinthians

Após a conquista do heptacampeonato brasileiro, lateral-esquerdo afirmou que poderá deixar o clube no ano que vem, com destino ao futebol espanhol

Emocionado, Guilherme Arana confirma proposta do Sevilla e deve deixar Corinthians
Foto: Alexandre Schneider/Getty Images

A importância do jovem lateral esquerdo Guilherme Arana para o Corinthians no ano de 2017 é indiscutível. Aos 20 anos, foi peça fundamental para o título do Campeonato Paulista e do Campeonato Brasileiro no Timão. Promovido para o elenco profissional em 2014, esperou exatamente três anos até a grande chance de sua carreira, sob a tutela de Fábio Carille, que o conhece desde as categorias de base, se notabilizou como um jogador ofensivo, tanto que é o líder de assistências do Corinthians na temporada

Após a vitória por 3 a 1 diante do Fluminense, que deu o título brasileiro ao Corinthians, Arana concedeu entrevista ao lado da mãe e bastante emocionado, agradeceu a todos do elenco, em um tom de despedida, deixando claro que não fará parte do time no ano que vem e que será negociado junto ao Sevilla, da Espanha. 

"Só tenho a agradecer ao Corinthians. Não sei se vou estar aqui no ano que vem, por isso a minha emoção. Recebi sim proposta do Sevilla e devo ir para a Europa e estou muito feliz por isso, não assinei nada, mas tenho essa possibilidade. Agora é comemorar com amigos e família. Tivemos que nos superar a cada dia, pois ninguém acreditava na gente, falavam que éramos a quarta força. Mostramos o contrário e estamos encerrando o ano com título inquestionável. Vamos comemorar agora, pois merecemos!", disse.

Caso o jogador seja negociado com o Sevilla, não seria a primeira vez que o clube da Andaluzia teria jogadores brasileiros em seu elenco e se uniria a uma lista integrada por Daniel Alves, Cicinho, Mariano, Luis Fabiano, Julio Baptista e Adriano.

A equipe conta ainda com Paulo Henrique Ganso, como único atleta brasileiro disputando a atual temporada pelo time treinado pelo argentino Eduardo Berizzo, que conta com o argentino Sérgio Escudero como o titular da posição, além de ser o capitão do Sevilla, em elenco que ainda conta com o francês Lionel Carole como opção, sendo este reserva e emprestado pelo Galatasaray.