Em grupo complicado, Corinthians conhece rivais na Libertadores 2018

Ao lado de Independiente e Millonarios, Timão cai no Grupo 7 e terá trabalho na busca pela classificação

Em grupo complicado, Corinthians conhece rivais na Libertadores 2018
Foto: Daniel Augusto Jr/Agência Corinthians

A Copa Libertadores da América 2018 já começou e o último campeão invicto da competição conheceu seus adversários. No Paraguai, o Corinthians viu as bolinhas lhe mandarem para o Grupo 7, na qual é o cabeça-de-chave, e ainda viu seus rivais de peso na fase grupos.

O primeiro adversário conhecido no sorteio é simplesmente o maior campeão da competição mais importante do continente. O Independiente, simplesmente campeão por sete vezes, e atual campeão da Sul-Americana, é o rival de maior peso no Grupo 7 para o Timão.

O terceiro sorteado na Chave 7 foi outro time de peso em seu país. Um dos mais populares na Colômbia, e atual campeão nacional, o Millonarios será outro rival de peso. Será o time colombiano responsável pela estreia da equipe brasileira, fora de casa, no El Campín.

A equipe do Millonarios que foi responsável por um jogo histórico. Em 2013, logo após o incidente que matou um torcedor boliviano, o Corinthians recebeu o time da Colômbia num Pacaembu sem torcida. O fato raro é lembrado até hoje. Na ocasião deu Timão.

Fechando o penúltimo grupo, o Corinthians enfrentará o desconhecido Deportivo Lara, da Venezuela. Será a logística mais complicada dentre todas, além de ser o primeiro rival na Arena, em Itaquera. A equipe não é tão conhecida no cenário sul-americano, mas pode ser o fiel da balança, já que se encontra equipes de peso na chave.

No sonho do Bi

Hepta do Brasileirão em 2017, o Corinthians retorna ao principal torneio do continente após um ano fora. Em 2016, ano da última participação, a equipe sucumbiu nas oitavas, ao empatar com gols contra o Nacional, em Itaquera. O fator "gol fora de casa" decidiu o confronto.

A equipe alvinegra carrega consigo o fato de ser o último e único campeão invicto da era moderna da competição. Em 2012, o Timão bateu o Boca Jrs na final e quebrou a sina de não ter a taça da competição, principal motivo de piada das torcidas rivais. A conquista sem nenhuma derrota coroou a impressionante e histórica campanha corinthiana.