Coritiba recebe Flamengo querendo se afastar da zona de rebaixamento

Com o risco de entrar na zona da degola nesta rodada, o Coxa tenta quebrar um tabu de três derrotas seguidas jogando em casa contra o Rubro-negro carioca

Coritiba recebe Flamengo querendo se afastar da zona de rebaixamento
(Foto: Getty Images)
Coritiba
Flamengo
Coritiba: Wilson, Ceará, Luccas Claro, Juninho, Carlinhos, Edinho, João Paulo, Alan Santos, Raphael Veiga, Kleber e Kazim.
Flamengo: Alex Muralha, Pará, Juan, Rafael Vaz e Chiquinho; Márcio Araújo, Willian Arão, Alan Patrick e Mancuello; Everton e Guerrero.
INCIDENCIAS: Partida válida pela 17ª rodada do Campeonato Brasileiro, a ser jogada no estádio Couto Pereira.

Na tarde deste domingo (31), às 16h, o Coritiba recebe o Flamengo, no Estádio Couto Pereira, em partida válida pela 17ª rodada do Campeonato Brasileiro. Em situações opostas na tabela de classificação, a equipe da casa tenta superar retrospecto ruim contra o rubro-negro.

Muito próximo da zona de rebaixamento, o Corititba ocupa a 15ª posição, com 18 pontos, um ponto a mais que o primeiro na zona da degola, Botafogo. A equipe comanda pelo técnico Pachequinho precisa vencer para afastar o perigo e para isso, irá manter a mesma formação que venceu o Santa Cruz na última rodada.

Já no outro extremo da tabela, o Flamengo em 6º lugar, com 27 pontos conquistados, mira a zona de classificação para a Libertadores. Para chegar ao G4, o time do treinador Zé Ricardo precisa vencer e torcer por tropeços de Santos, Grêmio e Corinthians.

Coxa sem mistério para encarar o Flamengo

Para vencer o rubro-negro neste domingo, o Coritiba terá de superar o retrospecto ruim jogando em casa contra o Flamengo, nas últimas três partidas diante da equipe carioca no Couto Pereira, o coxa perdeu as três, sem marcar nenhum gol, contra quatro do adversário.

Na última atividade antes da partida, o técnico Pachequinho não fez mistério para a imprensa e indicou que manterá o mesmo time que venceu o time do Santa Cruz por 1 a 0, jogando no Estádio do Arruda. O treinador comandou treino tático com os titulares e reservas em campo reduzido e ensaiou lances de bola parada.

As dúvidas do time são o atacante Kleber "Gladiador" e o zagueiro Juninho, os dois atletas foram tiveram de ser substituídos por lesão contra o Santa Cruz, no entanto, participaram dos treinos normalmente, sendo observados de perto pela equipe médica do clube. Caso não sejam escalados, a expectativa, é que entrem Nery Bareiro na zaga e Neto Berola no ataque.

"Ajuda bastante (manter a equipe). Não sei o que o Pachequinho vai fazer, mas é importante a equipe ter ritmo e entrosamento para ganhar confiança, saber o posicionamento de cada companheiro. Isso faz o time crescer na competição, repetir ao máximo. O quanto mais poder manter o time ajuda muito - disse em coletiva.", disse o zagueiro Luccas Claro em entrevista coletiva.

Flamengo vai desfalcado de Réver contra o Coritiba

De olho na parte de cima da tabela, o Flamengo mira há a alguns jogos entrar no G4 no Campeonato Brasileiro. A equipe de Zé Ricardo tem batido na trave com este objetivo nas últimas rodadas, hora por combinações de resultados que não aconteceram e hora por tropeços do próprio time.

Para o jogo contra o Coritiba, a equipe deve ser praticamente a mesma que derrotou o América Mineiro, no Espirito Santo, na rodada passada, com a excessão de duas mudanças: o zagueiro Rever, será popuado por desgaste muscular, dando lugar a Rafael Vaz e o meia Éverton volta de suspensão, no lugar de Fernandinho.

O lateral-esquerdo Jorge, que vinha se recuperando de dores no joelho esquerdo, treino com a equipe, mas ainda não está como toda a sua capacidade física e também fica fora do jogo contra o Coxa no Couto Pereira. Com isso, Chiquinho, segue no time titular do Flamengo.

"É nosso maior desejo (entrar no G4), mas sabemos que é uma caminhada difícil. Temos um número de jogos muito grande, muitas equipes de bom nível brigando pela parte de cima da tabela. Isso tem de ser nossa meta, nosso discurso para chegarmos ao fim da competição brigando pelo título", disse o treinador Zé Ricardo.