Carpegiani avalia rendimento do Coritiba como satisfatório, porém destaca: "Tratamos a bola muito mal"

Treinador mantém seu discurso de jogo a jogo e diz não se preocupar com o rebaixamento

Carpegiani avalia rendimento do Coritiba como satisfatório, porém destaca: "Tratamos a bola muito mal"
Carpegiani estreiou pelo Coritiba com vitória diante da Ponte Preta (Foto:Divulgação/Coritiba)

A vitória do Coritiba diante da Ponte Preta, em partes, conseguiu agradar ao técnico Carpegiani. Treinador de início deu ênfase para um primeiro periodo um tanto desorganizado por parte de seus comandados e um segundo com melhorias satisfatórias, as quais resultaram na vitória alviverde pela 19° rodada do Brasileirão.

"Tratamos a bola muito mal no primeiro tempo. Nós tivemos 12 minutos de posse de bola, 12 minutos de posse da Ponte Preta e foram 27 minutos de paralisação. A Ponte deu a sensação que jogou muito mais, o que realmente aconteceu. Fizemos o gol em um momento que a Ponte era melhor, mas foram apenas dois ou três minutos. O primeiro tempo foi meio sofrível. Não quero comentar muito. No segundo tempo, com a entrada do Juan, colocamos um pouco mais a bola no chão. Sem isso, não iríamos ganhar o jogo", comentou.

Carpegiani foi apresentado na última sexta-feira(5) e teve apenas um dia para trabalhar em prol da equipe. Apesar de declarar satisfatória a atuação de seus comandados, treinador avaliou ter muitos aspectos a serem modificados e ajustados no elenco.

"Estou satisfeito pela vitória. Sei que temos muito trabalho. Não fiquei satisfeito com o primeiro tempo. No segundo tempo, fomos melhores. Esperamos no próximo jogo apresentar um futebol melhor, com cara de time e que possa agradar a nossa torcida. Estamos no início do trabalho, temos muita coisa a desenvolver ainda. Temos alguns problemas em termos de escalação, mas vamos formar uma equipe competitiva", avaliou.

Contando com essa importantíssima vitória, o coxa se encontra por tempo provisório fora da temível zona da degola, na 15° colocação, com 21 pontos somados. Contudo, o treinador coxa branca mantém o pensamento de jogo a jogo e declarou não se preocupar com a atual classificação na competição.

"Eu não olhei tabela, não me interessa tabela, a posição nossa na classificação. Não tenho nenhuma preocupação com isso, com pontuação. O que me interessa é o próximo jogo. Estamos olhando apenas um metro à frente. A nossa visão é curta. Não temos que olhar lá na frente. Temos que olhar o nosso próximo adversário."

Na próxima rodada, o Coritiba vai até Minas Gerais, onde enfrentará o Cruzeiro, neste domingo(14), às 16h.