Para espantar de vez o fantasma do rebaixamento, Coritiba recebe Santa Cruz no Couto Pereira

Com a vitória, o Verdão chegaria aos 45 pontos e precisaria de apenas mais um triunfo, enquanto o Tricolor pode ser rebaixado mesmo vencendo

Para espantar de vez o fantasma do rebaixamento, Coritiba recebe Santa Cruz no Couto Pereira
A última partida entre as equipes ocorreu no dia 23 de julho deste ano no Arruda e o Coritiba venceu pelo placar mínimo. Foto: Ney Gusmão/VAVEL Brasil
Coritiba
Santa Cruz
Coritiba: Wilson, César Benítez, Walisson Maia, Juninho, Carlinhos; Amaral, Juan, Raphael Veiga; Leandro, Kazim, Kleber. Técnico: Paulo Cesar Carpegiani.
Santa Cruz: Tiago Cardoso, Vítor, Danny Morais, Luan Peres, Roberto; Derley, Jadson, João Paulo, Léo Moura; Keno, Grafite. Técnico: Adriano Teixeira.
ÁRBITRO: Jean Pierre Gonçalves Lima (RS). Auxiliares: Nadine Schramm Camara Bastos (SC) e Leirson Peng Martins (RS).
INCIDENCIAS: Partida válida pela 35ª rodada do Campeonato Brasileiro 2016, a ser disputada no Estádio Couto Pereira, em Curitiba/PR.

A briga para fugir do rebaixamento no Campeonato Brasileiro 2016 terá um importante capítulo na noite desta quarta-feira (16). O Coritiba, ainda em situação perigosa na 15ª posição com 42 pontos, e o Santa Cruz, na penúltima posição com 27 pontos ganhos, duelam às 21h (horário de Brasília) no estádio Couto Pereira, pela 35ª rodada do certame. Para os paranaenses, os três pontos serão fundamentais para escapar da degola, mas para os pernambucanos a vitória pode não ser suficiente.

No Alviverde os ânimos foram renovados após a importante vitória sobre o Atlético Mineiro no último dia 6, quebrando uma sequência de maus resultados que vinham incomodando o ambiente no clube do Alto da Glória. Inclusive o técnico Paulo Cesar Carpegiani já sinalizou que manterá a base do time que venceu o Galo e vai promover apenas a volta do lateral-esquerdo Carlinhos e do atacante Leandro, que voltaram de suspensão.

O Tricolor do Arruda também se encontra novamente empolgado após voltar a vencer contra o América Mineiro também no último dia 6. Apesar do clima pesado devido aos salários atrasados e da possibilidade de concretização do rebaixamento nesta rodada, os comandados do técnico Adriano Teixeira desejam a vitória contra o Coxa-Branca. A única alteração em relação ao time que derrotou os mineiros será a volta do zagueiro Luan Peres após cumprir suspensão.

Sem clima de “já ganhou”

É uma unanimidade entre os atletas e a comissão técnica do Coritiba. Apesar do próximo adversário estar na décima nona posição da tabela e realizar até agora a pior campanha no returno dentre os vinte clubes, o Verdão não terá vida fácil no Couto. Mas todos sabem da importância de uma vitória contra o Santa Cruz para as pretensões de permanecer na Série A para a próxima temporada.

O atacante Kazim, que deverá voltar à titularidade ao lado de Kléber e de Leandro, destacou que o apoio da torcida é fundamental. “O jogo contra o Santa Cruz é muito importante. O Coritiba, agora, tem só dois jogos em casa. Aqui tem a nossa torcida , e eles são mais um jogador para nós, é o nosso décimo segundo jogador. Além disso o Kléber está voltando, o Nery também, o Raphael Veiga no último jogo fez um golaço e o Leandro deve voltar. É um jogo muito importante e com os três pontos talvez possa acabar o perigo do rebaixamento”, comentou.

Durante toda a semana de preparação, o técnico Paulo Cesar Carpegiani manteve a mesma base no time titular, composto por Wilson, César Benítez, Walisson Maia, Juninho e Carlinhos; Amaral, Juan e Raphael Veiga; Leandro, Kazim e Kleber. O zagueiro Luccas Claro e o volante César González, peças importantes do time, continuam vetados pelo Departamento Médico e não jogam. O volante João Paulo, com problemas estomacais, também foi poupado.

Vencer para superar 2006

Com menos de 1% de chances de escapar do rebaixamento para a Série B 2017, o Santa Cruz ainda assim pretende buscar a vitória a todo custo no Couto Pereira. Além da remota possibilidade, que depende também das derrotas de Internacional e Vitória, existe a expectativa de superar a campanha da última participação coral na Série A. Em 2006 o Tricolor conquistou 28 pontos e foi o lanterna da competição, e uma vitória contra o Coxa faz com que essa marca seja superada.

Tão importante quanto fazer gols, algo que tem ocorrido na maioria das partidas, é o time não sofrer gols. A defesa tem sido o ponto mais observado pelo técnico Adriano Teixeira, como bem destaca o zagueiro Danny Morais. "Tivemos um treino específico na defesa, estamos sempre buscando aperfeiçoar. Com o Adriano, estamos jogando mais atrás da linha da bola e o nosso rendimento cresceu. Precisamos de personalidade nessa reta final de Série A. Independente da situação, vamos lutar até o fim", afirmou.

Inclusive é na defesa a principal mudança do time em relação à partida contra o América. Luan Peres, vindo de suspensão, entra no lugar de Wellington. Néris, que vinha sendo o titular da posição, será poupado para poder atuar 100% contra o Atlético-MG na próxima rodada e não viajou com a delegação. O Santa Cruz deverá jogar com Tiago Cardoso, Vítor, Danny Morais, Luan Peres e Roberto; Derley, Jadson, João Paulo e Léo Moura; Keno e Grafite.