Próximos na tabela, Coritiba e Fluminense duelam por estabilidade no Brasileirão

Coxa não poderá contar com Kleber Gladiador, suspenso, enquanto o Flu terá o retorno de seu principal artilheiro, Henrique Dourado

Próximos na tabela, Coritiba e Fluminense duelam por estabilidade no Brasileirão
Foto: Mailson Santana/Fluminense F.C.
Coritiba
Fluminense
Coritiba: Wilson; Rodrigo Ramos, W. Maia, Luizão (Werley) e W. Matheus; Jonas, M. Galdezani e Anderson; Neto Berola, Rildo e H. Almeida (Alecsandro).
Fluminense: Júlio César; Lucas, Nogueira, Reginaldo e Leo Pelé (Mascarenhas); Orejuela, Wendel e Scarpa; Marquinhos Calazans; Richarlison e Henrique Dourado.
ÁRBITRO: Leandro Bizzio Marinho (SP)
INCIDENCIAS: Jogo válido pela 14ª rodada do Campeonato Brasileiro Série A 2017.

Irregulares no Campeonato Brasileiro, Coritiba e Fluminense se enfrentam neste domingo (16), às 19h, no Couto Pereira, buscando estabilidade na competição. O Coxa, décimo colocado, com 19 pontos, vem embalado após a goleada sobre o Avaí e vê o confronto como a chance de uma nova arrancada. O Tricolor, por sua vez, busca se recuperar da derrota para o Botafogo, além de encerrar seu jejum de quatro jogos sem vitórias – é o 11º na tabela, com 17 pontos.

O último encontro entre as equipes aconteceu pela 32ª rodada do Brasileirão 2016. Naquela ocasião, Coritiba e Fluminense apenas ficaram no empate em 1 a 1, no Couto Pereira. Leandro marcou para os mandantes, enquanto Gum descontou.

No histórico de confrontos pelo Campeonato Brasileiro, o Coritiba leva uma ligeira vantagem sobre o Fluminense. Ao todo, foram 39 jogos, com 15 vitórias curitibanas, 12 empates e 12 vitórias tricolores. Também, o Coxa marcou mais gols: 51 contra 49.

A arbitragem do duelo fica por conta de Leandro Bizzio Marinho (SP). Ele terá como auxiliares Danilo Ricardo Simon Manis e Miguel Cataneo Ribeiro da Costa, ambos também paulistas.

Coritiba e a sua nova vida sem Kleber Gladiador

O Coritiba não terá o seu principal jogador para o confronto deste domingo contra o Fluminense. O atacante Kleber foi suspenso por 12 jogos pelo STJD (Superior Tribunal de Justiça Desportiva) por conta de atitudes antidesportivas contra o Bahia – o jogador distribuiu cusparada, cotovelada e soco.  

Assim, o Coritiba terá que se adaptar a um novo estilo de jogo sem a presença do seu camisa 83. A tarefa, porém, não será fácil. Com ele, o Coxa conquistou 15 vitórias, empatou sete vezes e perdeu quatro jogos na temporada. O ataque fez 43 gols, com 15 deles marcados pelo Gladiador. Já sem ele, o time só venceu o PSTC pelo Estadual, 2 a 0. Apesar disso, os jogadores do Coritiba demostraram confiança para o jogo contra o Flu:

''A gente tem que entender que tem 11 jogadores do outro lado que são qualificados. O time do Fluminense é muito bom, mas depende de nós mesmos para a gente construir nossas vitórias. Se a gente jogar com raça, tenho certeza que vamos sair com as vitórias. Se jogar da mesma forma que jogamos contra o Avaí, vai ser difícil ganhar de nós no Couto Pereira'', disse o volante Matheus Galdezani.

Para o time que vai a campo, o técnico Pachequinho fará quatro mexidas em relação ao time que goleou o Avaí. São elas: Werley (ou Luizão), William Matheus, Neto Berola e Henrique Almeida (ou Alecsandro). Com isso, o Coxa deve ter Wilson; Rodrigo Ramos, W. Maia, Luizão (Werley) e W. Matheus; Jonas, M. Galdezani e Anderson; Neto Berola, Rildo e H. Almeida (Alecsandro).

Dourado retorna ao Flu, enquanto Wellington Silva sequer viaja

Para tentar espantar o mau momento, o Fluminense contará com o retorno do atacante Henrique Dourado, um dos artilheiros do Brasileirão, com nove gols. Ele havia cumprido suspensão na rodada passada contra o Botafogo. Por outro lado, Wellington Silva sequer viajou com o grupo para Curitiba. O atacante foi cedido sem custos pelo Arsenal há um ano e comprado de volta, conforme cláusula prevista em contrato.

Sendo assim, o técnico Abel Braga será obrigado a mexer na equipe titular. Na zaga, Henrique, suspenso, dá lugar a Nogueira. Já no campo de ataque, sem Wellington, Calazans volta a ser aproveitado. Além dele, Léo deve retornar na vaga de Mascarenhas, que falou sobre o confronto diante do Coritiba:

''Todo jogo do Brasileiro é difícil. Contra o Coritiba lá, que vem de vitória, não será diferente. Mas a gente vai entrar para vencer. Independente do que acontecer, vamos dar o nosso melhor. Se fizermos isso sempre, uma hora vai dar certo, a bola vai entrar e vamos sair com a vitória'', disse o jovem lateral tricolor.

Sendo assim, o Fluminense deve ir a campo com: Júlio César; Lucas, Nogueira, Reginaldo e Leo Pelé (Mascarenhas); Orejuela, Wendel e Scarpa; Marquinhos Calazans; Richarlison e Henrique Dourado.