Marcelo Oliveira celebra vitória do Coritiba no Morumbi e enaltece jogo coletivo: "Soubemos sofrer"

Coritiba vence São Paulo fora de casa e deixa zona de rebaixamento; Agora ocupa a 12ª posição do Campeonato Brasileiro

Marcelo Oliveira celebra vitória do Coritiba no Morumbi e enaltece jogo coletivo: "Soubemos sofrer"
(Foto: Reprodução/Coritiba)

O Coritiba viajou até São Paulo e nesta quinta-feira, bateu o Tricolor Paulista por 2 a 1, no Morumbi. O lateral-esquerdo Carleto - de pênalti - e o atacante Filigrana marcaram os gols do alviverde, e o volante Denílson descontou para os donos da casa. Com os três pontos garantidos, o Coxa saiu da zona de rebaixamento, subiu algumas posições e agora ocupa a 12ª colocação do Campeonato Brasileiro.

O treinador Marcelo Oliveira exaltou bastante a vitória, porque além de ter conquistado os três pontos fora de casa, o time derrotou um concorrente direto na luta contra o rebaixamento. 

"Vitória representa muito no sentido de pontuação na tabela. Com três pontos você sobe bastante. O confronto direto era fundamental. Além disso, pode representar uma auto-estima para o jogo de domingo. Fizemos um jogo coletivo, soubemos sofrer. Vamos nos preparar muito para o jogo contra a Chapecoense. Se o jogador estiver junto, aumenta nossa possibilidade de vitória", afirmou Marcelo.

Após o triunfo alcançado, o clube paranaense pôs fim em uma sequência negativa, que eram quatro derrotas consecutivas no Brasileirão e conseguiu respirar para seguir se afastando do Z4.

"Precisávamos de uma estratégia especial aqui. Seria um jogo difícil, o São Paulo vinha de uma virada espetacular contra o Botafogo e colocou 50 mil pessoas no estádio. Era importante ter estratégia. Sofremos um pouco, mas jogadores tiveram obediência, souberam sofrer e conquistaram uma importantíssima vitória. Demonstra que a gente pode chegar mais à frente. É questão de ajuste, da volta de jogadores para que possamos subir na tabela. Tenho que elogiar o espírito de lutas de todos", disse o comandante.

O Coxa foi para a partida com bastantes desfalques. Ao total eram dez jogadores fora da partida e durante os 90 minutos, Marcelo ainda perdeu Thalisson Kelven no início do jogo, que saiu machucado, e Romércio entrou em seu lugar.

"A verdade é que temos jogadores importantes fora. O Kleber estava representando muito. O Anderson estava muito bem, chegando por trás com experiência. O Werley também. Procurei passar confiança a todos. O Coritiba tem uma estrutura muito boa de formação de jogadores. Quem esta lá, já disputou torneios no Exterior, Copa SP, Copa BH. Todos corresponderam muito bem. O zagueiro que entrou mostrou tranquilidade. Foi um sufoco que valeu à pena", elogiou o técnico.