Coritiba empata com Ponte Preta e ambos seguem na parte de baixo da tabela

Após primeiro tempo de poucas oportunidades, equipes voltam do intervalo no ataque

Coritiba empata com Ponte Preta e ambos seguem na parte de baixo da tabela
Foto: Divulgação / Coritiba Foot Ball Club
Coritiba
1 1
Ponte Preta
Coritiba: Coritiba: Wilson, Léo, Werley, Cleber Reis, Thiago Carleto, Jonas (Kleber), Alan Santos, Tiago Real , Yan Sasse (Getterson), Rildo e Henrique Almeida (Daniel). Técnico: Marcelo Oliveira
Ponte Preta: Ponte Preta: Aranha , Nino Paraíba, Yago, Rodrigo , Jeferson, Naldo (Wendel), Elton, Léo Artur (Saraiva), Danilo, Lucca (Claudinho) e Léo Gamalho Técnico: Eduardo Baptista
Placar: 0-1, min. 64, Léo Gamalho; 1-1, min. 66, Yan.
ÁRBITRO: Elmo Alves Resende Cunha, auxiliado por Fabricio Vilarinho da Silva e Cristhian Passos Sorence
INCIDENCIAS: Partida válida pela 34ª rodada da Série A do Campeonato Brasileiro 2017, sendo disputada no estádio Couto Pereira, PR

Na caminhada contra o rebaixamento para a Série B do Campeonato Brasileiro, o Coritiba recebeu a Ponte Preta na noite desde domingo (12), no estádio Couto Pereira, pela 34ª rodada da Série A. Após um primeiro tempo de pouco inspiração, as equipes voltaram mais ofensivas para a segunda etapa e marcaram um gol cada uma. Léo Gamalho abriu o placar para os visitantes e Yan deixou tudo igual.

Com o empate o Coritiba se mantém na 15ª colocação, com 40 pontos e segue ameaçado pelo rebaixamento. Já a Ponte Preta permanece na zona de rebaixamento. A Macaca soma 36 pontos na 18ª colocação.

Na próxima rodada as duas equipes jogam em casa. O Coritiba recebe o Flamengo na quinta-feira (16), às 21h. Já a Ponte encara o Atlético-PR às 17h do mesmo dia.

Primeiro tempo de poucas oportunidades

O primeiro tempo foi abaixo do esperado. Mesmo precisando do resultado para manter viva a esperança de permanecer na elite, as equipes pouco criaram e finalizaram. Jogando em casa a iniciativa de propor o jogo foi do Coritiba.

Aos sete minutos, após tabela com Rildo, Carleto não conseguiu a finalização, pois foi antecipado por Nino Paraíba. A segunda chance foi de Rildo dois minutos mais tarde. Henrique Almeida ganhou a bola na linha de fundo e cruzou rasteiro para a área, mas o camisa 11 não chegou a tempo na bola.

Foi somente na metade do primeiro tempo que o time de Campinas conseguiu equilibrar a partida. Porém, o equilíbrio não foi traduzido em chances reais para a equipe da Ponte Preta. A Ponte que contou com o apoio de seu torcedor somente à partir dos 20 minutos, quando conseguiram chegar no Couto Pereira.

O Coritiba ainda pediu pênalti em um lance aos 35 minutos. Jeferson desequilibrou Tiago Real e tocou com a mão na bola, mas a arbitragem mandou o lance seguir.

Equipes voltam melhor na segunda etapa

Querendo o time mais ofensivo na segunda etapa, Marcelo Oliveira mandou a campo o atacante Kleber no lugar do meia Jonas. Mas foi a Ponte Preta que voltou melhor depois do intervalo. O time de Eduardo Baptista começou a se fazer mais presente no campo de ataque. Aos 11 minutos Lucca ajeitou de cabeça para Léo Artur, mas o meia acabou isolando a bola.

Após o lance Marcelo Oliveira colocou o meia Daniel na vaga do atacante Henrique Almeida. Mesmo assim quem continuou no ataque foi a equipe de Campinas. Léo Gamalho quase abriu o marcador aos 19, mas a bola cabeceada pelo jogador bateu nas costas de Werley e foi para escanteio. Na base da insistência Léo Gamalho conseguiu vencer o goleiro Wilson após cobrança de escanteio aos 19 minutos e abriu o placar para a Ponte Preta.

O Coritiba não desanimou após sofrer o gol. Dois minutos após o revés, Yan deixou o marcador igual. Após trapalhada na defesa da Ponte, a bola sobrou com o meia que completou para o fundo das redes. O Coxa colocou pressão no time de Campinas e aos 25 minutos desperdiçou três chances seguidas de passar a frente do placar.

Com o empate no marcador, as duas equipes partiram em busca da vitória. A Ponte Preta arriscou de longe com Danilo aos 29 minutos, mas Wilson defendeu. A resposta do Coritiba veio com Kleber aos 31. Após passe de Tiago Real o camisa 83 pega de primeira e manda para a rede, mas pelo lado de fora. Lucca também tentou de longe, mas mandou para fora aos 33. No último minuto o Coxa ganhou uma falta na lateral da grande área, mas não aproveitou a chance e o resultado acabou mesmo no 1 a 1.