Sandro Forner admite pressão, mas pondera: "Temos que continuar trabalhando"

Técnico enxergou evolução da equipe durante a partida, mas criticou ansiedade do Coxa

Sandro Forner admite pressão, mas pondera: "Temos que continuar trabalhando"
(Foto: Divulgação / Coritiba)

Nessa tarde de domingo (4), o Coritiba sofreu a sua primeira derrota no ano, mas ela veio da pior forma: em um clássico contra o rival Atlético-PR. Sofrendo com a pouca inspiração dos seus meias, a equipe Coxa Branca pouco agrediu e em uma desatenção de seu sistema defensivo, tomou o único gol da partida em uma jogada ensaiado do Furacão.

O escolhido para ser o técnico do Coritiba nessa temporada, Sandro Forner, ponderou que, apesar do resultado ruim, o time conseguiu mostrar evolução de um tempo de jogo para outro, criando algumas oportunidades. A crítica do comandante alviverde está justamente no fato de que o time sofreu com a ansiedade de seus jogadores, que erravam algumas jogadas fáceis.

"O resultado foi ruim, mas no jogo melhoramos. Tivemos controle. O Atlético teve chances no primeiro tempo, perdemos algumas bolas no meio. Na segunda etapa voltamos melhor, criando oportunidades. Depois do gol tivemos ansiedade, faltou algo a mais", analisou o técnico.

"O rendimento foi melhor no aspecto coletivo. Hoje fomos mais organizados, tivemos conexão entre setores, faltou uma jogada individual, estamos tendo dificuldades neste aspecto para criar chances", completou.

Forner também aproveitou a coletiva para falar sobre a situação que o time passa, com apenas uma vitória na temporada em quatro jogos disputados. Ele disse que apesar da cobrança ser normal pelo tamanho do Coritiba, é preciso ter tranquilidade para continuar trabalhando, já que a equipe tem um confronto importante pela Copa do Brasil, na próxima quarta-feira (10), contra o Parnahyba-PI, no Almeidão, às 19h30.

"Time grande sempre vai estar pressionado. Temos que entender o contexto. No futebol existe trabalho, com tempo. A pressão existe e é normal, e com resultados que não chegam isso vai acontecer. Mas temos que ter tranquilidade e continuar trabalhando", afirmou.

"Teremos uma viagem longa já pela manhã, não teremos tempo de treinar muito e vamos passar nossa estratégia para esta partida, é um jogo muito importante para o clube e temos que buscar a classificação", finalizou.