Tentando se reabilitar, Coritiba enfrenta Parnahyba na estreia da Copa do Brasil

Equipes vêm jogando mal nos campeonatos estaduais e vêem a Copa do Brasil como uma esperança de recuperação na temporada

Tentando se reabilitar, Coritiba enfrenta Parnahyba na estreia da Copa do Brasil
(Foto: Divulgação / Coritiba)
Parnahyba
Coritiba
Parnahyba: César; Fabinho Sergipe, Gilmar Bahia, Miltão e Rian; Felipe Silva, Marcos Gasolina, Formiga e Idelvando; Jânio Daniel e Fabinho (Ítalo Raphael). Técnico: Sérgio China.
Coritiba: Wilson; César Benítez, Thalisson Kelven, Romércio e William Matheus; Vitor Carvalho​, Júlio Rusch e Ruy; Guilherme Parede, Iago Dias e Kleber. Técnico: Sandro Forner.
ÁRBITRO: André Luiz de Freitas Castro (GO)
INCIDENCIAS: Partida de ida da primeira fase da Copa do Brasil. Será realizada nesta quarta-feira (7), às 19h30, no Albertão, em Teresina, no Piauí.

Para alguns times, a primeira fase da Copa do Brasil só começa nesta semana. É o caso do Coritiba, que estreia nesta quarta (7), às 19h30, no Albertão, em Piauí, contra o Parnahyba, time mandante. O jogo, que terá a arbitragem de André Luiz de Freitas Castro, definirá quem será o adversário do Uberlândia-MG na fase seguinte.

Apesar da temporada estar só no início, o Coritiba já vive um momento difícil. A equipe alviverde é só a quarta colocada no Grupo A do Campeonato Paranaense, com apenas uma vitória e três empates. Na última rodada, o time não conseguiu se impor no Couto Pereira e acabou sendo derrotada pelo rival Atlético-PR por 1 a 0.

No Parnahyba, a situação não é muito diferente. Com três jogos no ano, o time venceu apenas um, sobre o Flamengo-PI, lanterna do Campeonato Piauiense. A última partida do time foi contra o Piauí, sendo derrotado em casa por 2 a 0, o que deixou time em quarto no estadual.

Coritiba quer mudar fase ruim

Na tarde desta terça-feira (6), o Coritiba realizou o segundo e último trabalho no estádio Albertão, visando a partida contra o Parnahyba. Devido ao desgaste da viagem, o técnico Sandro Forner só conseguiu fazer um treino de posicionamento com o elenco que disputou o clássico no último domingo (4). Depois, ainda foi feito um trabalho de finalização.

Ao final do treino, Sandro Forner mostrou que está confiante, principalmente pelo fato de ter detectado uma certa evolução contra o Atlético-PR. Mesmo assim, ressaltou que por se tratar de uma partida decisiva, é preciso que o time Coxa Branca esteja atento, por não ter outra chance em caso de derrota na competição.

"Jogos da Copa do Brasil são decididos em jogo único. Você realmente tem que estar muito atento, bem preparado, pois o erro pode custar caro. A gente tem visto os jogos das equipes grandes, onde eles têm tido bastante dificuldade e acreditamos que nós também teremos", alertou o comandante do Coxa.

"A gente já fez o último jogo bem melhor do que nós vinhamos fazendo, e nos dá a perspectiva de que possamos fazer um jogo bom também e trazer a classificação jogando aqui", finalizou Forner.

Uma das novidades na escalação do Coxa deve ser o atacante Kleber, enquanto Alecsandro deve ir para o banco do reservas. Já o resto do time deve ser formado pela mesma equipe que disputou o Atletiba, escalada com: Wilson; César Benítez, Thalisson Kelven, Romércio e William Matheus; Vitor Carvalho​, Júlio Rusch e Ruy; Guilherme Parede, Iago Dias e Kleber.

Sérgio China mantém mistério

O Parnahyba realizou seu último treino nesta terça-feira (6), com portões fechados para a imprensa. A única novidade que pode ser vista foi a presença do atacante Ítalo Raphael, que treinou com o grupo e já pode ser escalado pelo técnico Sérgio China, que fez questão de valorizar o fator financeiro na Copa do Brasil. Em caso de classificação, o time embolsará 600 mil.

A escalação do time que enfrentará o Coxa deve ser formada por: César; Fabinho Sergipe, Gilmar Bahia, Miltão e Rian; Felipe Silva, Marcos Gasolina, Formiga e Idelvando; Jânio Daniel e Fabinho (Ítalo Raphael).