Buscando se afastar da zona de rebaixamento, Oeste recebe embalado Criciúma

Sem vencer há duas partidas equipe paulista luta contra a parte debaixo da tabela, enquanto catarinenses buscam voltar ao G-4

Buscando se afastar da zona de rebaixamento, Oeste recebe embalado Criciúma
Oeste e Criciúma se enfrentam neste sábado (4) pela Série B do Campeonato Brasileiro (Foto: Divulgação / Criciúma EC)
Oeste
Criciúma
Oeste: Felipe Alves; Felipe Rodrigues, Francis e Velicka; Renan Mota, Danielzinho, Francisco Alex e Mazinho; Maurinho, Marcus Vinicius e Léo Artur. Técnico: Fernando Diniz.
Criciúma: Luiz; Lucas Taylor, Raphael Silva, Nathan e Niltinho; Ricardinho, Douglas Moreira, Elvis e Juninho; Gustavo e Roberto. Técnico: Roberto Cavalo.
ÁRBITRO: Eduardo Tomaz de Aquino Valadão (GO).
INCIDENCIAS: Partida válida pela 6ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B, a ser disputada no estádio José Liberatti, em Osasco (SP).

Na tarde deste sábado (4), às 16h, Oeste e Criciúma entrarão em campo no estádio José Liberatti, em Osasco, pela sexta rodada do Campeonato Brasileiro da Série B.

Para o Oeste o confronto representa a oportunidade de se distanciar da zona de rebaixamento, o clube paulista ocupa a 14ª posição com apenas quatro pontos somados, um a mais que Vila Nova e Bragantino, primeiras equipes na zona de descenso da competição.

Em situação oposta o Criciúma busca manter a boa fase após a vitória no clássico contra o Avaí, que deu aos carvoeiros um lugar entre os quatro primeiros colocados. No entanto, o Tigre entrará em campo nesta tarde ocupando a sexta colocação, após ser ultrapassado por Bahia, Brasil e Náutico, que entraram em campo na noite de sexta-feira (3) e venceram seus compromissos na rodada.

Reforço para reencontrar a vitória

Sem vencer há duas rodadas o Oeste poderá contar com um importante reforço no duelo desta tarde contra o Criciúma, o retorno do atacante Ricardo Bueno, que não enfrentou o Vasco devido a um incomodo muscular.

No último trabalho do clube paulista antes do confronto diante dos catarinenses o atacante participou normalmente dos treinamentos, e deverá ser reavaliado momentos antes da partida para saber se poderá entrar em campo.

"Nós usamos o dia de hoje (sexta) como teste para treinar não só o posicionamento, mas também o coletivo para estar mais próximo do jogo. Foi legal, a movimentação foi boa. Ainda sinto um certo desconforto, mas vamos ver como a lesão vai reagir principalmente agora depois do treino. Vamos ver daqui até o momento da partida para a gente definir se vou para o jogo", disse o atacante.

Para o treinador Fernando Diniz a volta de Ricardo Bueno seria um diferencial para o rubro, uma vez que na partida diante do Vasco da Gama o setor ofensivo da equipe deixou a desejar.

"Contar com o Ricardo é sempre importante, é um jogador que sabe definir as jogadas. Contra o Vasco fez muita falta, nós criamos várias chances mas não conseguimos colocar a bola no gol", afirmou o treinador.

Desfalcado, Tigre busca voltar ao G-4

Embalado após a vitória sobre o rival Avaí na última rodada o Tigre vai à Osasco buscando voltar ao grupo dos quatro primeiros colocados da competição, do qual saiu após os resultados da sexta-feira.

Para buscar o triunfo diante do Oeste o treinador Roberto Cavalo terá três importantes desfalques, o lateral Ezequiel e o volante Barreto receberam o terceiro cartão amarelo e cumprem suspensão, enquanto o lateral esquerdo marlon, com uma fratura no maxilar, também desfalca o Tigre.

Apesar dos desfalques o treinador tem demonstrado confiança em seu elenco, que tem superado grandes desafios neste início de competição. Um dos destaques do time carvoeiro vem sendo o zagueiro Raphael Silva, além de assumir a condição de xerife na defesa do Tigre o atleta tem sido também arma ofensiva na equipe de Cavalo, sendo responsável pela assistência para o gol de Gustavo na vitória diante do avaí na última rodada.