Motivado Criciúma encara embalado Bahia buscando vaga no G-4

Tigre defende 100% de aproveitamento em casa diante do Esquadrão, que não perde há quatro jogos no certame

Motivado Criciúma encara embalado Bahia buscando vaga no G-4
Foto: Felipe Oliveira/Bahia
Criciúma
Bahia
Criciúma: Luiz; Ezequiel, Raphael Silva, Nathan e Marlon (Niltinho); Barreto, Douglas Moreira, Elvis e Juninho (Niltinho); Roberto e Gustavo. Técnico: Roberto Cavalo
Bahia: Marcelo Lomba; Tinga, Jackson, Lucas Fonseca e João Paulo; Feijão, Danilo Pires, Juninho e Renato Cajá; Hernane e Luisinho (Thiago Ribeiro). Técnico: Doriva
ÁRBITRO: Leonardo Garcia Cavaleiro (RJ)
INCIDENCIAS: Partida válida pela 9ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro 2016, a ser disputada no Heriberto Hülse, em Criciúma, Santa Catarina

Série B do Campeonato Brasileiro 2016 ainda nem completou um terço e já tem situação embolada na luta pelo acesso à elite. Na noite desta terça-feira (14), às 19h15, Criciúma Bahia se enfrentarão no Heriberto Hülse por uma das vagas no G-4 do campeonato, já que as pontuações estão muito próximas na parte superior da classificação.

Anfitrião, o Tigre é um dos sete times que ainda não perderam como mandante na Segundona e, por isso, ocupa a 6ª posição, somando 13 pontos. Na última sexta-feira (10), contudo, conheceu mais um revés, o terceiro no certame. Fora de casa, foi batido pelo lanterna Sampaio Corrêa, que venceu a primeira pelo placar mínimo, saindo do último lugar.

Já o Esquadrão de Aço, que sofreu apenas uma derrota nos oito jogos, vem bem embalado pela série invicta de quatro confrontos. Também na última sexta-feira (10), duelou diante do irregular CRB na Arena Fonte Nova. Sem esforços, o tricolor baiano mostrou forças e levou a melhor por 3 a 0, que o estabilizou no grupo classificatório, indo a 17 pontos ganhos, na 3ª colocação.

A arbitragem do embate será liderada pelo carioca Leonardo Garcia Cavaleiro, do quadro da CBF. Ele tem como auxiliares o conterrâneo Dibert Pedrosa Moisés, do grupo master, e o gaúcho Maurício Coelho Silva Penna, também membro do escalão nacional. Esse é o segundo compromisso do árbitro na competição, pois antes apitou Vila Nova 3x1 Bragantino, na rodada de abertura.

Tigre com dúvidas para manter série invicta em casa

Contando com novidades para o jogo contra o Bahia, dentro dos seus domínios, o Criciúma ainda não tem o time definido. Isso tudo deve-se às voltas do lateral-esquerdo Marlon e dos volantes Barreto e Dodi, e do atacante Jheimy - depois de passar cinco meses afastado - à lista de relacionados.

O reforço das peças à equipe fazem com que o técnico Roberto Cavalo aumente ainda mais o mistério para definir quem vai a campo, mas terá de lidar com a baixa de Alex Maranhão, que sentiu dor muscular e será poupado. As amplas possibilidades de confirmar os 11 deixam em aberto qual será, também, o esquema tático a ser adotado.

Indefinições à parte, o comandante do escrete catarinense realizou uma atividade mais leve no encerramento das preparações, ao fazer um treinamento técnico, com dois toques em campo reduzido. Cavalo destacou as múltiplas opções para escalar os comandados, indicando que entrará um grupo mais descansado.

"Se tivermos a opção do Marlon, adiantarei o Niltinho. Estamos com um desgaste muito grande para esse jogo e ele é um jogador muito voluntarioso. Alguém irá sair caso comece com Marlon e minha dúvida é entre Juninho e Elvis. Vamos analisar bem a equipe do Bahia, mas a gente vai tentar colocar um time mais descansado, para fazer o melhor e aguentar os 90 minutos", declarou o treinador.

Bahia visa seguir no G-4 e manter sequência positiva

Com somente uma derrota na Série B, o Bahia está no G-4 e vive bom momento. Embalado por estar há quatro jogos sem perder, o tricolor tem quatro baixas para o confronto contra o Criciúma, no sul do país. Mário, Yuri e Gustavo se recuperam de cirurgias e já eram desfalque, enquanto Edigar Junio trata um trauma no tornozelo, que sofreu no último jogo.

Em treino fechado à imprensa, Doriva decidiu dar um ar misterioso na véspera da partida e não definiu como a equipe vai a campo. Isso tudo para dar ajustes no time, além de observar a movimentação dos jogadores e passar orientações. Por fim, testou a bola parada e chute a gol, mesmo com o terceiro melhor ataque, existindo a possibilidade de Thiago Ribeiro assumir a vaga de Luisinho, que foi mal diante do CRB.

Já garantido entre os 11, o volante Danilo Pires foi cauteloso e exaltou a dificuldade do embate com o Tigre. Nos três compromissos que teve como visitante, o Esquadrão venceu uma vez, com um empate e uma derrota. Por isso, o cabeça de área do escrete da Boa Terra destaca a importância de sair com os três pontos.

"O Criciúma é sempre um adversário muito complicado de ser batido, principalmente jogando em casa, já que a torcida pressiona bastante. Vamos em busca de um bom resultado para manter nossa sequência na Série B, pois temos que fazer nosso jogo com tranquilidade para chegar a este objetivo", ressaltou Danilo.