Gustavo marca duas vezes e Criciúma bate Paraná em virada incrível

Tricolor Carvoeiro perdia por 2 a 1 até os 45 do segundo tempo, quando Gustavo e Ricardinho viraram a partida

Gustavo marca duas vezes e Criciúma bate Paraná em virada incrível
Gustavo marcou duas vezes e foi o destaque da partida. (Foto: Criciúma/Divulgação
Criciúma
3 2
Paraná
Criciúma: Luiz; Lucas Taylor (Andrew), Raphael Silva, Nathan (Roberto), Diego Giaretta; Barreto (Gabriel Leite), Ricardinho, Douglas Moreira, Juninho; Niltinho e Gustavo Técnico Roberto Cavalo
Paraná: Wendell; Diego Tavares, Leandro Silva, Alisson, Henrique Gelain; Basso, Jean (Claudevan), Válber, Murilo Rangel (Lucas Otávio); Nádson (Henrique) e Róbson Técnico Marcelo Martelotte
Placar: 0-1, 5' 1T, Róbson 0-2, 9' 2T, Róbson 1-2, 32' 2T, Gustavo 2-2, 45' 2T, Gustavo 3-2, 47' 2T, Ricardinho
ÁRBITRO: Gilberto Rodrigues Castro Júnior (PE), auxiliado por Francisco Chaves Bezerra Júnior (PE) e Ricardo Bezerra Chianca (PE). Cartões Amarelos: Raphael Silva, Barreto e Niltinho; Jean
INCIDENCIAS: Partida válida pela 17° rodada da Série B do Campeonato Brasileiro

Na noite desta sexta-feira (22), o Paraná viajou até Criciuma para enfrentar os donos da casa no Estádio Heriberto Hülse. Com boas atuações individuais - dois gols de Róbson e dois de Gustavo - a partida acabou com vitória do Tigre por 3 a 2, com um gol de Ricardinho aos 47' do segundo tempo.

Agora, os catarinenses estão na quinta colocação, com 26 pontos ganhos. Já o Tricolor da Vila perdeu uma invencibilidade de cinco partidas e fica com 25 pontos na sexta colocação. Na próxima rodada, o time vai receber o Ceará (3°), enquanto o Criciúma vai até São Januário encarar o líder Vasco.

Paraná abre o placar no começo e sustenta pressão

O começo da partida animou os torcedores do time da casa. Com quatro minutos decorridos, a equipe estava pressionando demais a saída de bola do Paraná, sem deixar o clube trocar passes. Mesmo assim, veio o baque inicial: aos cinco minutos de jogo, os visitantes fizeram boa triangulação no ataque e deixaram Róbson livre para tocar na saída do goleiro Luiz.

Após o tento, o Tricolor Carvoeiro foi ao ataque, e quase marcou quando Barreto desviou cabeçada de Diego Giaretta, na pequena área. Aos 19', o goleiro Wendell fez grande defesa em desvio de Raphael Silva, evitando o gol de empate. O jogo seguiu sem finalizações e muitos erros de passes. A última boa chance foi de Niltinho, que bateu raspando a trave esquerda dos visitantes.

Visitantes aumentam, mas Gustavo e Ricardinho protagonizam virada heroica

A segunda etapa começou com mais volume de jogo por parte dos visitantes, que finalizaram com Murilo Rangel logo aos 3'. Ele bateu de fora da área, longe da meta. Na sequência, Róbson perdeu gol incrível, batendo cruzado para fora após desvio sutil do goleiro Luiz. Era só um prenúncio do que viria: aos 9', o centroavante apareceu novamente na cara do gol, e, em um lance estranho, marcou seu segundo tento na partida.

Enquanto o Paraná dominava o meio de campo, os minutos passavam lentamente. Em um lance isolado, Juninho cobrou escanteio aos 32' e Gustavo desviou de cabeça para o fundo das redes. A torcida Carvoeira delirava enquanto o jovem goleador carregava a bola até o meio do campo.

Quando o cronômetro marcava 45', o Tricolor Predestinado começou a surpreender. Em um lance de recuo equivocado da zaga paranaense, a bola sobrou novamente para o artilheiro Gustavo, que empatou a partida. Dois minutos depois, uma falta para os mandantes resultou no gol da virada, anotado por Ricardinho, fazendo a torcida catarinense ir ao delírio.