Criciúma e Paysandu medem forças fechando primeiro turno da Série B

Tigre busca reaproximação ao G-4; ainda sem o retorno de Dado Cavalcanti, Papão quer finalizar sequência de sete empates consecutivos

Criciúma e Paysandu medem forças fechando primeiro turno da Série B
Último encontro entre os clubes aconteceu em novembro passado; Papão fez 1 a 0 (Foto: Fernando Torres/Paysandu)
Criciúma
Paysandu
Criciúma: Luiz; Ricardinho, Diego Giaretta, Raphael Silva e Marlon; João Afonso, Douglas Moreira, Juninho (Niltinho), Elvis e Roberto; Gustavo. Técnico: Roberto Cavalo
Paysandu: Emerson; Roniery, Fernando Lombardi, Gilvan e João Lucas; Ricardo Capanema, Jhonnatan, Lucas e Tiago Luís; Leandro Cearense e Ruan. Técnico: Rogerinho (interino)
ÁRBITRO: Pablo dos Santos Alves, auxiliado por Luis Filipe Gonçalves Correa e Roberto Santos da Silva (trio paraibano)
INCIDENCIAS: Jogo válido pela 19ª rodada da Série B do Brasileirão 2016, no estádio Heriberto Hülse, em Criciúma

O equilíbrio da Série B do Campeonato Brasileiro fica evidente no confronto entre Criciúma e Paysandu, na noite desta terça-feira (2), no estádio Heriberto Hülse. Pela 19ª rodada da competição nacional (última do primeiro turno), catarinenses e paraenses duelam por objetivos bem diferentes, apesar de estarem separados por apenas quatro pontos.

Ocupando a sétima posição, o Tigre venceu somente um dos cincos compromissos mais recentes. Hoje, soma 26 pontos, seis a menos que o Atlético-GO, integrante do G4. Com 22, o Papão é 15º e visa se afastar da zona de rebaixamento. A fase é tão ruim quanto inacreditável. São sete partidas sem triunfar, mas sete também sem perder, em uma sequência de empates que culminou na demissão de Gilmar dal Pozzo.

Roberto Cavalo diz ter dúvida no ataque carvoeiro

Grande parte dos pontos do Criciúma na Série B foram conquistados dentro de casa. Para encerrar a primeira metade do torneio com chave de ouro, o Tigre tem equipe praticamente definida. A única dúvida do técnico Roberto Cavalo é em uma das pontas: Niltinho ou Juninho.

''Se estivermos jogando com Roberto, Niltinho, Gustavo e Juninho perdendo o jogo, não teremos opção de velocidade no segundo tempo. Temos que nos precaver. Eu analiso assim'', disse o comandante a respeito da interrogação entre os 11 titulares.

Suspenso na derrota para o Vasco no sábado (30) em São Januário, Niltinho deve começar como reserva. ''O Roberto ficou seis jogos fora. Quando jogou contra o Paraná, ele entrou e fez a diferença. Diante do Vasco, jogou bem e ainda vai melhorar. Ele ajuda muito, é velocista. Com o Niltinho, ganho velocidade do outro lado, mas também penso no decorrer do jogo em usar essa opção de velocidade'', finalizou Cavalo.

A provável escalação do Tigre tem Luiz; Ricardinho, Diego Giaretta, Raphael Silva e Marlon; João Afonso, Douglas Moreira, Juninho (Niltinho), Elvis e Roberto; Gustavo.

À espera de Dado Cavalcanti, Paysandu sofre com desfalques

Era dia 7 de junho quando Dado Cavalcanti deixou o cargo de treinador do Paysandu. De lá para cá, muita coisa aconteceu. Dirigida por Gilmar dal Pozzo, a equipe da Curuzu inicialmente conseguiu vencer partidas em sequência e sair da lama na tabela, mas em seguida emendou uma impressionante fila de empates. Agora, Dado está de volta.

Recém confirmado oficialmente, o técnico será apresentado na quinta-feira (4). Em Santa Catarina, o interino Rogerinho comandará o time à beira do gramado do Heriberto Hülse. O lateral Edson Ratinho foi cortado da delegação, e Roniery é o único homem disponível do setor. Suspenso pelo terceiro cartão amarelo, o atacante Mailson é outro que não atua. Betinho e Fabinho Alves permanecem machucados.

Ex-atleta da Chapecoense, Tiago Luís se acostumou a duelar contra o Tigre em Criciúma. Autor dos dois gols do Papão diante do Vila Nova, o atacante afirmou: ''Sabemos das dificuldades de jogar em Criciúma. É um estádio em que a pressão é grande e o time deles costuma pontuar. Mas sabemos também das nossas qualidades e da necessidade de vencer''.

Contando com a volta de Gilvan ao sistema defensivo e o ingresso de Ruan na frente, o Paysandu deve ir a campo com Emerson; Roniery, Fernando Lombardi, Gilvan e João Lucas; Ricardo Capanema, Jhonnatan, Lucas e Tiago Luís; Leandro Cearense e Ruan.