Paulo Pelaipe deixa futuro em aberto no Criciúma: "Depende do presidente"

Segundo o dirigente, o presidente Jaime Dal Farra já sinalizou para uma conversa sobre renovação

Paulo Pelaipe deixa futuro em aberto no Criciúma: "Depende do presidente"
Diretor executivo deixou a decisão nas mãos do presidente carvoeiro (Foto: Caio Marcelo / Criciúma E.C.)

Com contrato até o dia 30 de novembro com o Criciúma, o diretor executivo Paulo Pelaipe não tem a garantia de que continuará no clube em 2017. O dirigente, que chegou ao sul de Santa Catarina no mês de agosto, disse que a decisão depende apenas do presidente Jaime Dal Farra.

Estou muito satisfeito e feliz, mas depende do presidente. Ele já sinalizou para conversarmos com calma e, na hora oportuna, vamos conversar, sem problema algum”, declarou Pelaipe.

Embora tenha o futuro indefinido, o dirigente revelou que já pensa no planejamento para 2017 do Criciúma, mas optou por não expor nenhuma informação concreta por respeito aos atuais profissionais que estão dentro do clube. “Sempre olhamos para o futuro e está sendo avaliado, para ver as carências e necessidades”, explicou o executivo.

No momento, o Criciúma ocupa a 8ª colocação na Série B do Campeonato Brasileiro e a distância em pontos para o G-4 é de sete pontos. Apesar da diferença faltando apenas cinco rodadas para o término da temporada, o dirigente do clube catarinense acredita no acesso. “Agora é tudo ou nada. Não tem essa de ‘deixar pro outro jogo’. Se não ganhar, não adianta. São cinco partidas e precisamos de cinco vitórias para chegar aos 62 pontos”, projetou Pelaipe.

O Criciúma volta a jogar na terça-feira (1) contra o Luverdense, no estádio Passo das Emas, em Lucas do Rio Verde (MT), a partir das 21h30, pela 34ª rodada da Série B.