Criciúma visita Santa Cruz buscando recuperação após derrotas seguidas

Tigre perdeu duas últimas partidas e tem nova chance de colar no G-4; Santa tenta se afastar da zona de rebaixamento

Criciúma visita Santa Cruz buscando recuperação após derrotas seguidas
No 1º turno, a Cobra Coral venceu o Tigre, em SC, por 2 a 1 | Foto: Caio Marcelo/Criciúma E.C.
Santa Cruz
Criciúma
Santa Cruz: JÚLIO CÉSAR; ALEX TRAVASSOS, JAIME, BRUNO SILVA E YURI; DERLEY, JOÃO ANANIAS, ANDRÉ LUÍS E BRUNO PAULO; HALEF PITBULL E RICARDO BUENO | T: GIVANILDO OLIVEIRA
Criciúma: LUIZ; MAICON SILVA, EDSON BORGES, DIEGO GIARETTA E MÁRCIO GOIANO; BARRETO; CAIO RANGEL, RICARDINHO, JOCINEI E SILVINHO; KALIL | T: LUIZ CARLOS WINCK
ÁRBITRO: ARBITRAGEM DE CAIO MAX AUGUSTO VIEIRA (RN), COM AUXÍLIO DE LORIVAL CANDIDO DAS FLORES (RN) E JEAN MÁRCIO DOS SANTOS (RN)
INCIDENCIAS: PARTIDA VÁLIDA PELA 20ª RODADA DO CAMPEONATO BRASILEIRO DA SÉRIE B, A SER REALIZADA NO ESTÁDIO DO ARRUDA, EM RECIFE (PE) 

Santa Cruz e Criciúma abrem o returno da Série B do Campeonato Brasileiro nesta terça (8), a partir das 19h15, no Arruda, tentando deixar para trás a primeira parte ruim da competição. Ambos encerraram o turno com derrotas consecutivas e, em função desses tropeços, estão entre as dez últimas colocações.

A situação mais delicada é a dos pernambucanos, que jogarão em casa. A equipe comandada por Givanildo Oliveira perdeu os últimos três jogos que fez e, no momento, ocupa a 16ª colocação, com 23 pontos - apenas uma posição e três pontos acima da zona de rebaixamento.

Já o Criciúma, que chegou a sonhar em entrar no G4 nas últimas rodadas, perdeu seguidamente para Ceará e Brasil e despencou para a 12ª colocação, com 26 pontos.

Givanildo faz seis alterações

Sem vencer há quatro jogos e acumulando três derrotas seguidas, o técnico Givanildo Oliveira fará mexidas para tentar melhorar a situação do time, que beira a zona de rebaixamento. No único treinamento realizado antes do jogo contra o Criciúma, promoveu seis alterações.

A mexida mais chamativa foi a entrada de Halef Pitbull, que ocupa a vaga de Thiago Primão. Com isso, ele formará dupla de ataque com Ricardo Bueno. “Um dos dois vai ter a obrigação de voltar mais para marcar. Eu estou sem dois meias (João Paulo e Léo Lima) e, para esse jogo, achei melhor ir sem o Primão. Vou com os quatro atacantes”, explicou Givanildo, em entrevista coletiva.

As únicas mudanças por obrigação são as saídas dos laterais Nininho e Tiago Costa, que estão suspensos pelo terceiro cartão amarelo. Alex Travassos, na direita, e Yuri, na esquerda, ingressam na equipe. O segundo, aliás, fará sua estreia pelo time pernambucano e, coincidentemente, contra o ex-clube, por onde foi emprestado pelo Botafogo e sequer entrou em campo.

As outras três trocas são os retornos do goleiro Júlio Cesar, do zagueiro Bruno Silva e do volante Derley, que estavam suspensos na derrota por 2 a 1 diante do Juventude, e saem Jacsson, Anderson Salles e Wellington Cézar, respectivamente.

Winck faz cinco mudanças

Após perder para o Ceará, em Fortaleza, por 3 a 0 e para o Brasil, em Criciúma, por 2 a 1, o técnico Luiz Carlos Winck fará cinco alterações na formação inicial. Três são obrigatórias e as outras duas serão por opção.

As três mexidas obrigatórias são do meio para a frente. Na cabeça de área, Jonatan Lima está suspenso e será substituído por Barreto, que retorna ao time após uma partida. Na segunda linha, Douglas Moreira, contundido, dará lugar a Jocinei, que a exemplo de Barreto, também ficou um jogo ausente por decisão de Winck. No ataque, Lucão, também vetado pelo departamento médico, não joga e será substituído por Kalil.

Já as três alterações por opção serão na defesa. Na lateral-direita, Diogo Mateus sai do time e Maicon Silva vestirá a camisa 2. Na linha de zaga, Nino volta para o banco de reservas e Diego Giaretta, que vinha atuando improvisado na lateral-esquerda, entra na equipe e formará dupla com Edson Borges. Com isso, Márcio Goiano fica entre os titulares.

“A expectativa é sempre por jogos difíceis, mas o importante é pensar na reação. A equipe está determinada para isso e trabalha nesse sentido”, afirmou o técnico Luiz Carlos Winck antes da viagem para Recife.


Share on Facebook