Criciúma pode ter volta de Raphael Silva após quase três meses

Aparição em jogo contra Londrina depende de evolução física durante a semana

Criciúma pode ter volta de Raphael Silva após quase três meses
Defensor não joga desde o dia 18 de julho | Foto: Fernando Ribeiro/Criciúma E.C.

Passados quase três meses, Raphael Silva, enfim, deve retornar aos gramados. O zagueiro do Criciúma está ausente desde o dia 18 de julho, quando foi substituído antes dos dez minutos na derrota diante do Boa Esporte por 2 a 0, em Varginha, pela 15ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B.

Desde então, o jogador vem se recuperando e, agora na transição, Raphael Silva almeja retornar ao menos a lista de relacionados na partida de sábado (7), contra o Londrina, no estádio Heriberto Hülse, a partir das 16h30, pela 28ª rodada. Ele já treina com o restante do elenco e, dependendo da evolução ao longo da semana, pode ser opção para o técnico Beto Campos.

“Raphael me ensina muito e a gente que joga sabe como é ruim ficar fora por lesão. Torço para que volte logo e ajude nosso time. Sei que Beto Campos vai fazer o melhor para a equipe e só quem tem a ganhar vai ser o Criciúma”, afirmou o zagueiro Nino, que vem substituindo o defensor.

Nino, aliás, vem tendo a primeira grande sequência entre os profissionais. Desde a contusão de Raphael, o zagueiro de 20 anos participou de 11 jogos, dez como titular. “Estou feliz com a sequência. Sempre há ansiedade e o friozinho na barriga, isso faz parte da carreira do atleta. Tenho ganhado experiência e evoluído, ficando mais tranquilo, conseguindo superar a ansiedade”, comentou.

Mas se a volta de Raphael Silva ainda depende dos treinamentos da semana, o retorno certo é de Alex Maranhão. O meia, que não participou do empate sem gols com o Guarani, no sábado (30), volta de suspensão e a tendência é que entre na vaga de Douglas Moreira.

Após o empate em Campinas, o plantel do Criciúma treinou em dois períodos nesta segunda-feira (2). Pela manhã, os atletas não relacionados na rodada passada e os que ficaram no banco fizeram um treino físico e técnico no gramado. Já no período da tarde, todo o grupo iniciou junto, em um treino físico. Depois quem atuou contra o Guarani foi para a academia para um trabalho de força e o restante seguiu em um treino físico e técnico no gramado.

Por sugestão do preparador físico Márcio Corrêa, os demais treinamentos da semana serão todos realizados no período da manhã.