Criciúma vence Joinville com dois gols de João Paulo e deixa lanterna do Catarinense

João Paulo balança as redes duas vezes e garante o segundo triunfo do Tigre no campeonato

Criciúma vence Joinville com dois gols de João Paulo e deixa lanterna do Catarinense
(Foto: Caio Marcelo/www.criciuma.com.br)
Criciúma
2 1
Joinville
Criciúma: Luiz; Jean Mangabeira (Eltinho), Nino, Sandro e Andrew; Barreto, Douglas Moreira, Wallacer (Luiz Fernando) e Elvis; Mailson e João Paulo. Técnico: Grizzo.
Joinville: Matheus; Dick, Evaldo (Alisson), Lazio e Alex Ruan; Eduardo Person, Matheus Schmöller, Murilo Rangel (Renan Teixeira), Madson e Thiago Alagoano (Elias); Rafael Grampola. Técnico: Rogério Zimmermann.
Placar: 1-0, min. 1, João Paulo; 1-1, min. 27, Rafael Grampola; 2-1, min. 45+2, João Paulo
ÁRBITRO: Fernando Henrique de Medeiros Miranda, auxiliado por Johnny Barros de Oliveira e José Roberto Larroyd
INCIDENCIAS: Partida válida pela 8ª rodada do Campeonato Catarinense 2018, sendo disputado no estádio Heriberto Hülse, em Criciúma/SC

Enfim, a vitória. O Criciúma estava há cinco jogos sem vencer e teria um clássico diante do Joinville na noite desta quarta-feira (14), no Heriberto Hülse. Logo cedo o Tigre mostrou que queria os três pontos e marcou um gol no primeiro minuto de jogo. A equipe de Grizzo viu o JEC empatar, de pênalti, ainda na primeira etapa. Os três pontos foram conquistados perto do fim. João Paulo, com dois gols, garantiu o segundo triunfo da equipe na temporada.

Com a vitória o Criciúma sai da lanterna e deixa a zona de rebaixamento do Campeonato Catarinense. Os comandados de Grizzo chegam aos oito pontos e ocupam a 8ª colocação. Agora o Tigre torce por um empate entre Inter de Lages e Tubarão, que estão atrás na tabela. As duas equipes da zona de rebaixamento se enfrentam na noite desta quinta-feira (15).

O Joinville mantém a terceira colocação e acumula 12 pontos. O JEC também pode perder a posição na rodada, caso o Avaí vença o Brusque, fora de casa, também nesta quinta-feira.

O próximo compromisso do Tigre é fora de casa no domingo (18). O Criciúma encara o Hercílio Luz às 19h30. Já o Joinville vai receber o Tubarão, também no domingo. O Tricolor entra em campo mais cedo, às 17h.

Gol, empate e jogo preso

O Criciúma estava há cinco jogos sem vitórias e já havia assumido a lanterna do Campeonato Catarinense. Porém, bastou a bola rolar para o Tigre partir para cima em busca da vitória. No primeiro ataque, no primeiro minuto, Mailson invadiu a área pelo lado esquerdo, tocou para João Paulo finalizar dentro da pequena área e abrir o placar.

Rogério Zimmermann, treinador do Joinville, teve que realizar uma substituição logo aos oito minutos por conta de uma contusão. Thiago Alagoano ficou sem condições de jogo após sofrer falta de Andrew. Elias foi para o jogo. Com o placar favorável, o Criciúma optou por manter a posse de bola e pensar muito antes de ir ao ataque. O JEC encontrou dificuldades para recuperar a bola e criar jogadas.

A história mudou após os 24 minutos, quando o árbitro marcou pênalti para o Joinville. Após muita reclamação, de amas as partes, Rafael Grampola bateu forte no alto, sem dar chances para o goleiro Luiz, do time da casa. As duas equipes se abriram após o empate. O Joinville voltou a levar perigo aos 29. Rafael Grampola arriscou de longe e Luiz soltou a bola nos pés de Madson. Sandro, o mesmo que cometeu o pênalti, acertou um carrinho no jogador dentro da área, mas desta vez o árbitro marcou apenas o escanteio. Grampola teve mais uma chance antes do fim, mas acabou não alcançando a bola em cruzamento de Alex Ruan.

João Paulo marca nos acréscimos e tira o Tigre da zona de rebaixamento

O segundo tempo foi de menos intensidade. As duas equipes conseguiam chegar ao ataque, mas não criavam boas chances de conclusão. Elvis cobrou falta direto pela linha de fundo, aos três minutos. A principal chance do Criciúma foi aos sete. Após boa tabela na entrada da área, a bola sobrou com Eltinho. O lateral cruzou na área buscando Andrew, mas o outro lateral chegou atrasado à jogada e ainda levou a pior. Andrew tentou tocar de carrinho para o fundo das redes, mas acabou acertando, em cheio, a trave e ficou sentindo dores.

Quando tudo se encaminhava para mais um resultado ruim para o Criciúma, Sandro desviou uma bola de cabeça e quase marcou o gol. Matheus, goleiro do JEC, salvou. O que o arqueiro do Tricolor não conseguiu segurar foi o chute de João Paulo, um minuto mais tarde. O atacante invadiu a grande área e finalizou com força para garantir os três pontos para o Tigre. Após o gol, a equipe de Grizzo se fechou e conseguiu comemorar o segundo triunfo no campeonato estadual.