Fábio tem grande atuação, mas não consegue evitar derrota do Cruzeiro na estreia do Brasileirão

Goleiro faz grandes defesas, mas vê o time ter desempenho ruim e terminar com 9 em campo

Fábio tem grande atuação, mas não consegue evitar derrota do Cruzeiro na estreia do Brasileirão
Fábio estreou a nova camisa do Cruzeiro, lançada na última quinta (12), na esplanada do Mineirão (Foto: Geraldo Bubniak/ Light Press)

O Cruzeiro perdeu para o Coritiba em sua estreia no Campeonato Brasileiro por 1 a 0, no Couto Pereira, nesse sábado (14). Mas o resultado poderia ser bem pior se a estrela do experiente goleiro, Fábio, não tivesse brilhado mais uma vez. O goleiro fez pelo menos quatro grandes defesas com um nível alto de exigência técnica.

Há 11 anos no clube, o arqueiro coleciona ótimas atuações, que já lhe renderam elogios de qualquer espectador do futebol. Por manter uma regularidade há muitas temporadas, toda convocação para a seleção brasileira, que não tem o nome de Fábio, é questionada. Muitos acreditam que o guardião do gol celeste é um dos mais injustiçados por não vestir a amarelinha.

Protagonista no lado do Cruzeiro na estreia pelo Brasileirão, o goleiro lamentou a derrota e projetou uma melhor atuação na próxima rodada, contra o Figueirense. “Perder é sempre difícil, independentemente de ser em casa ou fora. Temos que trabalhar durante a semana para melhorar para o jogo do próximo fim de semana. Se Deus quiser, vamos melhorar”, disse.

Uma esperança de dias melhores não só para Fábio, mas para a toda a torcida cruzeirense, é a mudança de comando que acontece nesta semana. Neste domingo (15), desembarca em Belo Horizonte, o novo técnico celeste. Paulo Bento, que já teve passagens pelo Sporting-POR e pela seleção portuguesa, chega para assumir o lugar de Deivid, demitido após a eliminação do Cruzeiro no Campeonato Mineiro diante do América-MG. A Raposa estava sendo treinada pelo interino Delamore, até então.

O novo treinador assume já para a próxima rodada, no sábado (21), contra o Figueirense, às 21h, no Mineirão.

Cruzeiro estreia jogando mal, e perde dois jogadores para a segunda rodada

No jogo contra o Coxa, de novo e atraente por parte do Cruzeiro, foi só a estreia da nova camisa, estampada pela nova fornecedora, Umbro, que foi lançada na última quinta (12), em evento aberto ao torcedor na esplanada do Mineirão. Com uma posse de bola improdutiva e muitos erros nos cruzamentos e passes, o Cruzeiro pouco assustou o Coxa, no primeiro tempo, que por sua vez, também não levou tantos perigos ao gol de Fábio. Na etapa final, o Coriitiba voltou com mais força no ataque e exigiu do goleiro Fábio defesas muito difíceis. O lateral-direito do Cruzeiro, Lucas, recebeu dois cartões amarelos em menos de dois minutos e foi expulso aos 21min. Logo em seguida, aos 25min, em jogada pela esquerda, o Coritiba chegou ao único gol da partida, com o atacante Kléber, ex-Cruzeiro. Para piorar, aos 29min, o volante celeste, Lucas Romero, pisou nas costas do jogador González e recebeu cartão vermelho direto. Até o fim da partida, o Cruzeiro, com nove jogadores, tentou evitar que o placar simples e amargo fosse ampliado.