Paulo Bento desembarca em Belo Horizonte e planeja disputa da Libertadores com Cruzeiro

Treinador português, de 46 anos, irá iniciar trabalhos na Toca da Raposa II nesta segunda-feira (16), juntamente com sua comissão técnica

Paulo Bento desembarca em Belo Horizonte e planeja disputa da Libertadores com Cruzeiro
Paulo Bento é considerado um treinador honesto e exigente entre os atletas portugueses (Foto: Divulgação/Cruzeiro)

O chefe chegou! O técnico português Paulo Bento desembarcou, na tarde deste domingo (15), no Aeroporto de Confins, para iniciar trabalhos no Cruzeiro, junto com quatro membros de sua comissão técnica, nesta segunda-feira (16), na Toca da Raposa II. O treinador será apresentado no mesmo dia, cujo horário ainda não foi definido pela diretoria celeste.

Paulo já teve a oportunidade de ter contato com os primeiros torcedores do Cruzeiro, que estavam à sua espera no saguão do aeroporto, junto com jornalistas. Na sua primeira declaração em solo brasileiro, o treinador agradeceu a diretoria da Raposa pela oportunidade e planeja disputar a Copa Libertadores da América do ano que vem, com a equipe celeste.

"Quero deixar apenas uma palavra ao clube pela confiança que demonstrou em me trazer para este projeto. A satisfação que tenho neste momento em poder orientar, em poder treinar uma grande equipe e um grande clube como é o Cruzeiro. Espero, naturalmente, com toda a minha equipe técnica, fazer o melhor trabalho possível e que satisfaça a direção do Cruzeiro, a torcida e que, acima de tudo, possamos todos juntos alcançar os objetivos que o clube pretende. Tentar fazer uma classificação melhor do que fez na época anterior e, dentro das nossas possibilidades, lutar por um lugar na Copa Libertadores”, disse o novo técnico do Cruzeiro.

A comissão técnica de Paulo Bento é formada pelos assistentes técnicos Ricardo Peres e Sérgio Costa, o preparador físico Pedro Pereira e o scout Vitor Silvestre. Geraldo Delamore, que comandou o Cruzeiro nas três últimas partidas, permanecerá fixo como funcionário do clube, assim como Alexandre Lopes, também preparador físico.

O profissional do velho continente ganhou notoriedade quando comandou o Sporting-POR durante quatro anos. Nesse período, Paulo Bento foi bicampeão da Taça de Portugal. O treinador esteve no Brasil em 2014 para comandar a seleção portuguesa na Copa do Mundo. No entanto, foi eliminado na primeira fase do Mundial e deixou o cargo após o primeiro jogo das eliminatórias da Eurocopa.

Antes de Paulo Bento, o Cruzeiro teve outros dois treinadores estrangeiros: o primeiro foi o uruguaio Ricardo Diéz, em 1953. Já nos anos de 1955 e 1970, a esquadra azul foi comandada pelo argentino Filipo Nuñez.