Paulo Bento vê Cruzeiro 'desequilibrado': "Precisa ter eficácia nas duas áreas"

Treinador elogiou postura defensiva da equipe no primeiro tempo contra Santa Cruz, mas criticou erros no ataque

Paulo Bento vê Cruzeiro 'desequilibrado': "Precisa ter eficácia nas duas áreas"
Foto: Anderson Stevens/Light Press/Cruzeiro

Os resultados vão mostrando que o trabalho de Paulo Bento no comando técnico do Cruzeiro será bem difícil. O time celeste foi goleado pelo Santa Cruz, por 4 a 1, na noite dessa quarta-feira, fora de casa, e segue na zona de rebaixamento do Campeonato Brasileiro.

Após o jogo, o técnico Paulo Bento colocou seus pontos de vista sobre a partida, acreditando que o Cruzeiro se apresentou bem, onde criou boas possibilidades de gol. Porém, o português criticou os erros do time nos momentos de finalizar as jogadas.

"Análise foi que fizemos bom primeiro tempo, deveríamos ter finalizado, ser mais agressivo na finalização, tivemos quatro ou cinco oportunidades para marcar. Apenas organização não chega, precisa ter eficácia nas duas área. Construímos cinco oportunidades para marcar, o adversário fez o gol na primeira oportunidade que teve", analisou.

O técnico cruzeirense ainda avaliou o segundo tempo de forma mais aprofundada. O treinador acredita que os jogadores não conseguiram manter a qualidade após o gol de empate. 

"Empatamos em uma falta, mas a partir daí não conseguimos manter o que a gente tinha feito na primeira parte; quisemos apenas manter a bola, deixamos o adversário crescer. Fizeram o segundo gol e aí complicou. Não tivemos aqui a capacidade que tivemos no jogo contra o Figueirense. O resultado foi exagerado pelo que os dois times fizeram. Estamos cometendo erros que não podemos cometer em uma competição como esta", explicou.

Por fim, Paulo Bento ainda acrescentou que o Cruzeiro precisa competir mais. "Quando se perde por números que perdemos é difícil. Temos alguns contratempos que já foram mais do que falados, não interessa repetir. Isso o futebol, seja no Brasil ou em qualquer parte do mundo, jogar é uma coisa, conseguir o resultado é outra. Precisávamos competir mais, ter uma forma diferente de marcar", finalizou.

O técnico português terá pouco tempo para preparar o time. No próximo sábado (28), o time celeste encara o América-MG, às 16h, no Mineirão, pela quarta rodada do Brasileirão.