Cruzeiro e América-MG medem forças visando primeira vitória no Campeonato Brasileiro

Raposa tenta se recuperar da goleada sofrida pelo Santa Cruz, na última quarta-feira (25); Coelho tem dúvidas no meio-campo e no ataque

Cruzeiro e América-MG medem forças visando primeira vitória no Campeonato Brasileiro
Foto: Washington Alves/Light Press
Cruzeiro
América-MG
Cruzeiro: Fábio; Lucas, Bruno Rodrigo (Léo), Bruno Viana e Sánchez Miño; Henrique e Ariel Cabral; Bruno Ramires, Arrascaeta e Élber; Willian (Riascos)
América-MG: João Ricardo; Hélder, Artur, Sueliton e Xavier; Leandro Guerreiro (Juninho), Claudinei, Tiago Luís, Rafael Bastos e Danilo; Victor Rangel (Eduardo)
ÁRBITRO: Dewson Fernando Freitas da Silva, auxiliado por Celso Luiz da Silva e Felipe Alan Costa de Oliveira
INCIDENCIAS: Partida válida pela 4ª rodada da Série A do Campeonato Mineiro, a ser disputada neste sábado (28), às 16h, no Mineirão, em Belo Horizonte/MG.

Cruzeiro e Amérca-MG abrem oficialmente a 4ª rodada do Campeonato Brasileiro, neste sábado (28), às 16h, no Mineirão. As duas equipes entrarão em campo visando a primeira vitória na competição nacional e atualmente estão na zona de rebaixamento do torneio.

A Raposa enfrentou o Santa Cruz, na rodada anterior, no Arruda. A equipe comandada pelo técnico Paulo Bento até fez uma partida consistente, mas acabou perdendo por 4 a 1, com dois gols do atacante Grafite. Anteriormente, o Cruzeiro perdeu na estreia contra o Coritiba, e empatou contra o Figueirense, no Mineirão.

A situação do Coelho não é diferente da Raposa. Na 3ª rodada do Brasileirão, a equipe comandada por Givanildo Oliveira recebeu o Vitória, no Independência, e empatou em 1 a 1. Na estreia da competição nacional, o América-MG perdeu para o Fluminense, e na rodada seguinte, acumulou outro revés contra a Chapecoense.

Este será o terceiro duelo entre Cruzeiro e América-MG na temporada. No dia 28 de fevereiro, as duas equipes disputaram a 5ª rodada do Campeonato Mineiro e ficaram no empate em 1 a 1. Raposa e Coelho voltaram a se encontrar nas semifinais da competição e os alviverdes levaram a melhor na primeira partida por 2 a 0, enquanto empataram sem gols no segundo duelo. Assim, o América se classificou para à decisão do Estadual e consequentemente, se sagrou campeão Mineiro.

Como de praxe, Paulo Bento mantém mistério no Cruzeiro

O Cruzeiro treinou apenas uma vez para enfrentar o América-MG, nesta tarde. A equipe de Paulo Bento fez uma atividade nesta sexta-feira (27), na Toca da Raposa II, um dia após desembarcar da viagem de Recife/PE. No entanto, os jornalistas só puderam acompanhar uma parte dos treinamentos.

Quando os profissionais da imprensa puderam cobrir a atividade, viram Paulo Bento conversando separadamente com dois de seus atletas titulares nos dois primeiros jogos no Cruzeiro: o zagueiro Bruno Viana e o volante Bruno Ramires. O treinador conversou durante dez minutos com cada atleta, onde passou instruções de posicionamento. O diálogo em particular faz parte da estratégia do português, para enfrentar o tempo curto de preparação para o duelo.

“Faz parte também do processo, conversas individuais, podem ser por setor da equipe, as vezes por linha defensiva, por linha ofensiva, as vezes mais estratégica, pode ter relação com o adversário. Fizemos um jogo na quarta-feira, do final do jogo e o início do outro jogo, não completará 72 horas e por isso precisamos chegar aos atletas de outra forma que não seja apenas os treinos”, disse Paulo Bento.

O português não deu pistas dos titulares que entrarão em campo neste sábado, mas o certo é que o treinador ganhou duas opções para enfrentar o América: o meio-campo Robinho e o atacante Riascos, que treinou pela primeira vez junto com o elenco principal. Alisson também participou normalmente das atividades, mas ficou de fora da lista de relacionados de Paulo Bento.

Givanildo lamenta pouco tempo de preparação e também não divulga titulares

Entra ano e sai ano, e o calendário brasileiro continua sendo um problema para os treinadores. Não é diferente para Givanildo Oliveira, que teve apenas dois dias para preparar o América-MG. O Coelho, que ainda não venceu no Brasileirão, encontrará um adversário que também busca a primeira vitória na competição nacional.

Mas além do concorrente dentro das quatro linhas, o elenco americano precisa enfrentar um inimigo fora dos gramados: o desgaste. Givanildo Oliveira, nesta sexta-feira (27), poupou o volante Leandro Guerreiro e o atacante Victor Rangel das atividades, e viu o lateral-direito Hélder deixar os treinos um pouco mais cedo. Este último não deve ser problema prara o treinador, enquanto os dois primeiros são dúvidas para o duelo de logo mais.

“O desgaste preocupa sim. Não digo só por causa do jogo de domingo e quarta. Mas porque também tem Copa do Brasil. Antes do primeiro jogo contra o Bahia, teve um jogo seguido à conquista do título. Tivemos que jogar na quarta-feira como campeões. Dali para frente o desgaste aumentou. Estamos vendo, sempre conversando, tirando uns jogadores dos treinos. Hoje mesmo ficaram o Guerreiro e Victor Rangel de fora, para que eles tenham uma recuperação maior", disse Givanildo.

O treinador não adiantou a equipe que entrará em campo neste sábado, já que promoveu apenas um rachão no encerramento dos preparativos. No entanto, Givanildo relacionou três novidades, dentre os 22 atletas inscritos para enfrentar o Cruzeiro: os retornos do zagueiro Adalberto e do meio-campo Matheusinho, além do recém-contratado Eduardo.