Ricardo Peres enxerga evolução no Cruzeiro: "Vamos tentar estender bons momentos"

Assistente técnico comandou o time cruzeirense à beira do gramado devido a suspensão do treinador Paulo Bento, expulso contra o América-MG

Ricardo Peres enxerga evolução no Cruzeiro: "Vamos tentar estender bons momentos"
(Foto: Divulgação/Cruzeiro EC)

Finalmente o Cruzeiro conquistou seu primeiro triunfo no Campeonato Brasileiro 2016, ao superar o Botafogo com o placar de 1 a 0 na noite dessa quarta (1º) no Mané Garrincha, em Brasília/DF. Comandado da área técnica pelo assistente Ricardo Peres devido à suspensão do treinador Paulo Bento, expulso contra o América-MG, a Raposa jogou bem e dominou as ações, especialmente, no primeiro tempo. Ciente da oscilação no segundo tempo, Ricardo elogiou seus comandados pelo empenho.

“Foi uma primeira parte excelente, penso que podemos classificar dessa maneira. Tivemos várias oportunidades para fazer gol. Acredito que o resultado do intervalo poderia ser diferente, devíamos estar ganhando por uma vantagem maior, de dois ou três gols de diferença. No segundo tempo tivemos momentos menos bons, mas temos que dar méritos aos jogadores porque souberam suportar, deram tudo dentro de campo, que é aquilo que o Paulo (Bento) pede e nós também pedimos”, disse.

Vislumbrando um modelo de atuação semelhante ao desenvolvido na primeira etapa, o assistente técnico azul cinco estrelas elogiou o comprometimento dos atletas em não deixar o nível técnico da equipe cair demais ao longo do jogo, ressaltando que ainda está em formação o time idealizado por Paulo Bento.

“Nós estamos trabalhando para que o Cruzeiro seja esse do primeiro tempo. Acho que temos demonstrado isso nos vários jogos que fizemos. Estamos tendo momentos muito bons nas partidas, assim como fizemos hoje na primeira parte. Ainda não somos uma equipe que faz os 90 minutos no mesmo nível do primeiro tempo, mas somos uma equipe que está desenvolvendo um processo. Os jogadores estão comprometidos e hoje eles deram esse prova em campo.”, ressaltou.

Resultados positivos e negativos são normais, haja visto que ainda não há a formação tática 100% implementada. Mantendo os pés no chão, Ricardo Peres sabe que o trabalho ainda é longo. “Não nos deixamos abalar pelos resultados de dois empates e uma derrota que tivemos, mas também não vamos pensar que agora está tudo feito após essa vitória. Vamos, todos, tentar estender os bons momentos que temos tido dentro de cada uma das partidas”, completou.

A vitória contra o Botafogo alçou a Raposa para o décimo terceiro lugar, com cinco pontos, respirando ares afastados da zona de rebaixamento. O time cruzeirense voltará a campo no domingo (05), às 18h30, contra o São Paulo, no estádio Mineirão, em Belo Horizonte/MG.