Sanchez Miño é liberado pelo Cruzeiro e embarca para acertar com Independiente

Apesar de ter atuado 17 vezes como titular na Raposa, meio-campo não se adapta ao futebol brasileiro e está prestes a retornar ao seu país de origem

Sanchez Miño é liberado pelo Cruzeiro e embarca para acertar com Independiente
Sanchez Miño atuou 19 vezes pela Raposa, marcando um gol e ajudando diretamente em outro (Foto: Washington Alves/Light Press)

Durou pouco mais de cinco meses a passagem do meio-campo Sanchez Miño pelo Cruzeiro. O clube celeste confirmou, nesta quarta-feira (8), que o argentino não veste mais a camisa celeste, uma vez que foi liberado para acertar com um novo clube, sendo o Independiente-ARG o mais cotado, já que entrou em contato com o Torino-ITA para saber da situação do jogador.

Sanchez Miño foi anunciado como novo reforço do Cruzeiro, pelo presidente da Raposa, Gilvan de Pinho Tavares, no dia 28 de dezembro. Sua versatilidade chamou a atenção da diretoria, que buscava montar um elenco em 2016, que fosse além da campanha pífia que o clube celeste apresentou em 2015. No dia 6 de janeiro, Miño iniciou sua trajetória na Toca II, sendo apresentado oficialmente dois dias depois, onde se colocou à disposição do então técnico Deivid, para atuar tanto no meio-campo, como na lateral esquerda.

Então, Juán Sanchez Miño começou entrando no decorrer das partidas, atuando no meio. Mas a Raposa enfrentava um problema no setor esquerdo do time e o argentino foi testado no lugar de Fabrício, que, meses depois, foi envolvido em uma negociação que acabou selando o Palmeiras como seu novo clube. O Cruzeiro não engrenou na temporada e o argentino também não. Suas atuações renderam críticas da torcida celeste.

Após a eliminação do Cruzeiro no Campeonato Mineiro e do começo ruim no Campeonato Brasileiro, a diretoria celeste acertou a contratação do lateral-esquerdo Bryan, que havia se destacado no América-MG. A chegada do jogador coincidiu com a vinda do técnico Paulo Bento, que passou a utilizar o atleta no setor, barrando Sanchez Miño que, no duelo contra o São Paulo, no último final de semana, sequer foi relacionado para entrar em campo.

Antes do Cruzeiro, Miño estava atuando pelo Estudiantes-ARG, também emprestado pelo Torino. Para trazer o atleta, os dirigentes da Raposa conversaram diretamente com os italianos, que cederam o jogador por uma temporada. Ao final do vínculo, o clube celeste teria a opção de compra por 100% do passe do argentino, fixado em 2,5 milhões de euros.

Sanchez Miño marcou seu único gol da Raposa contra o Guarani-MG (Foto: Washington Alves/Light Press)
Sanchez Miño marcou seu único gol pelo Cruzeiro contra o Guarani-MG (Foto: Washington Alves/Light Press)