Henrique aposta na força do time para tirar Cruzeiro do Z-4: “Incentivamos uns aos outros"

Raposa é a primeira equipe da zona de rebaixamento e tem pela frente dois jogos fora de casa, contra Grêmio e Ponte Preta

Henrique aposta na força do time para tirar Cruzeiro do Z-4: “Incentivamos uns aos outros"
Em sua segunda passagem pelo Cruzeiro (voltou em janeiro/2013), Henrique é praticamente um titular absoluto (Foto: Washington Alves/Light Press/Cruzeiro)

O Cruzeiro não conseguiu se firmar no Campeonato Brasileiro 2016 ainda, e por isso figura a zona de rebaixamento, ocupando a 17º colocação, com oito pontos. Na última quarta, a equipe treinada por Paulo Bento perdeu para o Flamengo por 1 a 0, no Mineirão, e segue sem vencer partidas em que é mandante. O próximo compromisso da Raposa, no entanto, é fora de casa, bem longe de Belo Horizonte. O Cruzeiro tem pela frente o Grêmio, terceiro colocado da tabela, e o duelo acontece em Porto Alegre, no domingo (19), às 19h.

Um dos jogadores que mais atuou pelo Cruzeiro neste ano, Henrique só ficou de fora de três jogos, sendo dois no Campeonato Mineiro, contra Guarani e Boa Esporte, e um diante o Atlético-PR, na Copa da Primeira Liga. Mesmo sabendo do difícil confronto que a equipe mineira terá no Sul, o volante apontou a necessidade de encarar todos os jogos da mesma maneira.

“Todo momento você tem que encarar como se fosse uma decisão, jogo atrás de jogo, todos difíceis, independentemente do adversário e do local onde acontece a partida. Temos que dar mais que 100% para superar os adversários, com dedicação e trabalhando para que os resultados apareçam”, afirmou.

Saindo de Porto Alegre, a equipe do Cruzeiro vai para Campinas, onde enfrenta a Ponte Preta, na próxima quarta (22), no Moisés Lucarelli. Com uma sequência de dois jogos fora de casa, o volante vê a importância de voltar com bons resultados, para sair da incômoda zona de rebaixamento.

"A gente sabe da necessidade, do que é preciso. Teremos dois jogos fora. Cabe a nós irmos buscar as vitórias. Sabemos que as dificuldades serão grandes. Vamos com tudo para obter as vitórias e dar uma alavancada na competição. São equipes que estão muito bem na competição, bem ajustadas. Estão jogando um bom futebol. Mas no futebol tudo é momento. Podemos ir lá e buscar a vitória. Sabemos da nossa competência. Esperamos ter condições de buscar a vitória”, apontou.

Dos 27 pontos disputados, o Cruzeiro conquistou oito, o que aumenta a pressão sobre a equipe, e Henrique aponta que os colegas têm se incentivado, ressaltando a importância da união do grupo, neste momento de busca pela regularidade na competição. “O [Campeonato] Brasileiro é muito difícil e quanto mais cedo você começar a pontuar, mais fácil fica para chegar em cima. Nós conversamos, incentivamos uns aos outros. Só juntos vamos conseguir sair da situação ruim”, disse. “Não pensamos em zona de rebaixamento. Estamos concentrados em melhorar o mais rápido possível e ter uma sequência positiva no Brasileiro”, completou o volante.

Depois de passar pelo Cruzeiro de 2008 a 2011, Henrique voltou, em 2013, a integrar o plantel celeste. O volante é, hoje, uma das principais peças de Paulo Bento para buscar a reabilitação do Cruzeiro no Brasileirão.