Henrique destaca intensidade e dedicação do Cruzeiro: "Tem que ser dessa forma"

Mostrando organiação tática e muita vontade, o Cruzeiro chegou a terceira vitória fora de casa no campeonato brasileiro goleando a Ponte Preta em Campinas

Henrique destaca intensidade e dedicação do Cruzeiro: "Tem que ser dessa forma"
Henrique e Alisson marcaram na goleada celeste em Campinas. (Foto: Marcelo Zambranna/Lightpress/Cruzeiro)

O Cruzeiro mostrou um futebol de muita dedicação e entrega nesta quarta-feira (22), contra a Ponte Preta, no Moisés Lucarelli. Somado ao empenho mostrado em campo, também surgiu a qualidade do time mineiro, que passou fácil pela Ponte, goleando por 4 a 0.O volante Henrique, que marcou o primeiro gol do jogo, ressaltou a intensidade mostrada pelo Cruzeiro em Campinas e tomou a postura da equipe nesta quarta-feira como exemplo para as próximas partidas do Brasileirão."Tem que ser dessa forma, intenso, dedicado, é assim que vamos sair dessa situação. Temos que jogar com este mesmo brio e com esta mesma vontade. Todos juntos vamos melhorar a cada jogo e a cada partida a gente vai se qualificando, vai melhorando. O empenho tem que ser esse", colocou o camisa 8.

Henrique também comentou os rumores de uma eventual demissão do técnico Paulo Bento: "Tudo que falam é coisas de fora, mas dentro do clube, dentro do Cruzeiro, somos homens, somos jogadores com personalidade de buscar o melhor, visando o grupo sempre. Mesmo nas vitórias e derrotas, o grupo é sempre forte", completou.

O triunfo em Campinas encerrou sequência de duas derrotas do Cruzeiro no Brasileiro, que levou o time a lanterna. O meia Alisson admitiu que após a derrota para o Grêmio, no domingo, os jogadores se fecharam e cobraram para conseguir um resultado diferente diante da Ponte Preta.“Depois de um jogo horrível contra o Grêmio a gente mesmo se cobrou para melhorar, temos um jogo difícil em casa contra o Palmeiras, temos de fazer uma grande partida, mas garanto que não vai faltar empenho da gente”, explicou.

O atacante celebrou o triunfo que serviu de respiro para a Raposa no Brasileirão, mas pediu calma com a comemoração e euforia. “Estamos felizes. Essa é a cara do Cruzeiro, a cara que temos de mostrar no dia a dia. Não podemos relaxar. Não temos que comemorar, temos que pensar é no Palmeiras agora. Desconfortável nossa situação ainda”, disse Alisson.