Contestado no cargo, Paulo Bento confirma Ábila para próxima partida: "Poderá nos ajudar"

Dois meses depois de assumir a posição de treinador, o português mostra confiança no trabalho feito e nas novas peças do time; os cinco reforços foram regularizados e estão em condição de atuar

Contestado no cargo, Paulo Bento confirma Ábila para próxima partida: "Poderá nos ajudar"
Foto: Washington Alves/Light Press/Cruzeiro

O Cruzeiro entra em campo no próximo domingo (17), às 16h, diante do Fluminense, em busca de reabilitação. Na 15ª colocação, somando 15 pontos, mesma marca do primeiro time na zona do rebaixamento, a Raposa convive lado a lado com o fantasma do Z=4. Desde que o técnico Paulo Bento estreou no comando da equipe há pouco mais de dois meses, na segunda rodada do Campeonato Brasileiro, foram seis derrotas, três empates e quatro vitórias.

Se, ao analisar os números, for possível destacar um ponto positivo do atual momento da Raposa, o fato de que três das quatro vitórias na competição foram conquistadas atuando longe dos seus domínios entra em campo na próxima rodada, já que o confronto frente ao tricolor carioca será fora de casa, em Mesquita, no Rio de Janeiro. Em casa, foram sete jogos que resultaram em três empates, três derrotas e uma vitória. Já longe de Belo Horizonte, foram três triunfos celestes e quatro derrotas.

Entretanto, o treinador celeste rebate ao analisar que alguns dos resultados negativos, em casa, poderiam ter terminado com o placar favorável. “É um fato, estamos alcançando bons resultados fora e em casa não tem sido os resultados que a gente deseja, não estamos na posição que gostaríamos de estar. Creio que as nossas exibições em casa não refletem no resultado alcançado. Fizemos em vários jogos mais do que o necessário para alcançar resultados positivos e não conseguimos, não tivemos a mesma eficácia ofensiva”, disse.

Na última partida, o Cruzeiro foi derrotado pelo Atlético-PR, por 3 a 0, no Mineirão. A torcida, impaciente, chegou a proferir gritos de “burro” quando Paulo Bento promoveu substituições contestáveis. Mesmo com os resultados negativos, o português mostra confiança no trabalho desenvolvido ao longo dos dois meses.

"A única forma de alcançar bons resultados e se recuperar das adversidades é manter a crença no processo, transmitir confiança nos jogadores e não cair na tentação de modificar tudo por conta de um resultado, pois a meu ver isso não dá resultado", alertou.

Ainda de olho nos números, o Cruzeiro tem a terceira pior defesa da competição com 23 gols sofridos e um ataque que já marcou 18 gols, mas sem um centroavante de origem, o homem de área. A chegada do argentino Ramón Ábila visa preencher essa lacuna. Paulo Bento demonstra confiança no novo atacante. "Pelas oportunidades que temos, pelas chances que criamos, não fomos eficazes. Acho que o Ábila poderá nos ajudar”, afirma.

A equipe titular que vai a campo diante do Fluminense não foi confirmada, com exceção de Ábila, uma vez que o treinador assegurou que ele seria um dos 11 caso fosse regularizado no Boletim Informativo Diário, da CBF, fato que se concretizou na tarde dessa sexta-feira (15). O Cruzeiro ainda treina na manhã deste sábado (16), antes da delegação embarcar para o Rio de Janeiro. Com o objetivo de voltar aos trilhos, a diretoria anunciou reforços para a equipe. No último revés, o atacante Rafael Sóbis e o lateral-esquerdo Edimar estrearam com a camisa celeste. Além de Ábila, o meio-campista Rafinha e o lateral-direito Ezequiel foram regularizados e devem ser as novas caras da equipe diante do Fluminense.