Novo desafio: Mano Menezes retorna para tentar "salvar" o Cruzeiro novamente

Após sete meses, treinador retorna ao comando da Raposa com a mesma missão de 2015: iniciar ascensão do time no Campeonato Brasileiro

Novo desafio: Mano Menezes retorna para tentar "salvar" o Cruzeiro novamente
Mano é visto por muitos torcedores celestes como o "salvador da pátria" (Foto: Washington Alves/Light Press)

Sete meses depois de trocar o projeto de dois anos oferecido pelo Cruzeiro e aceitar a proposta do Shandong Luneng-CHN, Mano Menezes está de volta ao comando técnico da Raposa. Desta vez, a missão é mais complicada que a anterior. Em contrapartida, o treinador terá em suas mãos mais recursos para sair-se vitorioso.

Em 2015, Mano Menezes chegou na 23ª rodada, com a equipe do Cruzeiro ocupando a 15º colocação, com 25 pontos. O plantel à disposição do treinador contava com Ceará (às vezes Fabiano), Willians, Fabrício (que alternava com Pará), Allano, Leandro Damião, Vinicius Araújo, Gabriel Xavier, Paulo André etc. Além de jogadores que estavam em alta, como Manoel, Cabral e Willian. Após oito vitórias, seis empates e apenas duas derrotas, o Cruzeiro terminou o campeonato na 8ª colocação, com 55 pontos, sete atrás do primeiro time do G4.

Hoje, Mano Menezes chega na 17ª rodada, encontra o Cruzeiro na 19ª posição, com míseros 15 pontos conquistados, apenas uma vitórias em casa e com a segunda pior defesa do campeonato. Para sair desta situação, o “novo” comandante conta com peças melhores que as do ano anterior, e tem o desafio de recuperar jogadores que estão em baixa. Cabral e Willian vêm jogando aquém do esperado, além de Manoel, que se recuperou de lesão e não teve oportunidades com o ex-treinador Paulo Bento.

O lado direito, que contava com a experiência de Ceará, hoje com o lateral Lucas em fase ruim, é o principal escape dos times adversários vencerem seus jogos. Sem contar também que a equipe ainda não tem uma dupla de zaga titular. Sofre constantemente com as falhas do experiente Bruno Rodrigo, com o jovem Bruno Viana, e recentemente com o zagueiro Léo.

Do meio para frente, o Cruzeiro possui jogadores rodados e que acumulam boas passagens por outros clubes. Henrique (que já atuou com Mano), Lucas Romero (que volta após os Jogos Olímpicos), Cabral, Robinho, Arrascaeta (atualmente o principal jogador da equipe), Rafael Sóbis, Rafinha, Ábila e Willian. Além dos jogadores que estão voltando de contusão, Alisson, Élber e Marcos Vinícius.  

Mano Menezes vai ter que trabalhar muito para dar uma cara nova ao Cruzeiro e resgatar o bom futebol apresentado nos últimos sete meses de 2015. A equipe precisa de no mínimo dez vitórias para matematicante espacar do rebaixamento, algo que nunca aconteceu na historia do time.