Em confronto direto na parte de baixo da tabela, Cruzeiro e Coritiba se enfrentam no Independência

Equipes pontuaram na última e buscam uma sequência positiva no Campeonato Brasileiro para sair das últimas posições

Em confronto direto na parte de baixo da tabela, Cruzeiro e Coritiba se enfrentam no Independência
Foto: Geraldo Bubniak/Light Press/Cruzeiro
Cruzeiro
Coritiba
Cruzeiro: FÁBIO; EZEQUIEL, MANOEL, BRUNO RODRIGO E EDIMAR; LUCAS ROMERO, HENRIQUE E ROBINHO; ARRASCAETA, RAFAEL SÓBIS E RAMÓN ÁBILA. TÉCNICO: MANO MENEZES.
Coritiba: WILSON; DODÔ, LUCCAS CLARO (JUNINHO), NERY BAREIRO E JUNINHO (CÉSAR BENÍTEZ); EDINHO, JUAN E RAPHAEL VEIGA; IAGO, KAZIM E NETO BEROLA. TÉCNICO: PAULO CÉSAR CARPEGIANI.
ÁRBITRO: JAILSON MACEDO FREITAS (BA), AUXILADO POR ALESSANDRO ROCHA DE MATOS (BA) E ELICARLOS FRANCO DE OLIVEIRA (BA).
INCIDENCIAS: JOGO VÁLIDO PELA 20ª RODADA DO CAMPEONATO BRASILEIRO DE 2016, A SER REALIZADO NESTE DOMINGO (14), ÀS 16H, NA ARENA INDEPENDÊNCIA, EM BELO HORIZONTE/MG.

Cruzeiro e Coritiba entram em campo neste domingo (14), às 16h, na Arena Independência, pelo Campeonato Brasileiro, com o intuito de começar o segundo turno bem e buscar a reabilitação na competição. A primeira parte não foi nada boa para ambas as equipes, que figuram entre as últimas da tabela, fato que faz com que o confronto deste domingo seja direto na briga para escapar da zona de rebaixamento.

Dos dois times, a Raposa é a que tem a situação mais delicada, pois ocupa a 18ª posição com 19 pontos ganhos, enquanto o Coxa está na 15ª, com 21. Apenas dois pontos separam as equipes. Quem vencer tem a chance de deixar a zona incômoda para trás. Ambos não perderam na última rodada. O Coritiba venceu a Ponte Preta, por 3 a 1, no Couto Pereira. Já o clube celeste foi até São Paulo enfrentar o Corinthians e empatou por 1 a 1.

O Cruzeiro não perde há dois jogos e o time está em ascensão sob o comando do técnico Mano Menezes. O clube paranaense também trocou de treinador recentemente, sendo este apenas o segundo jogo de Paulo César Carpegiani. Na estreia do Brasileirão, as equipes se enfrentaram no Couto Pereira e quem saiu com os três pontos foi o Coritiba, que venceu por 1 a 0, com gol de Kleber.

Cruzeiro tem baixas, mas Mano conta com substitutos à altura

A vitória diante do Internacional, por 4 a 2, e o empate na última rodada, mudaram as expectativas sobre a Raposa e o segundo turno será, assim como na temporada passada, o momento para a reabilitação. Para o jogo deste domingo, o Cruzeiro conta com a volta do capitão Fábio, que cumpriu suspensão devido ao terceiro cartão amarelo, e com baixas na lateral direita e no meio-campo. O meia Arrascaeta, que era dúvida, foi relacionado.

Apesar das ausências, o técnico Mano Menezes não terá dificuldade para escalar o time que vai a campo. O lateral Lucas está suspenso, mas Ezequiel será titular pela primeira vez com a camisa celeste. Ariel Cabral, que sofreu uma lesão no ligamento colateral do joelho esquerdo, não foi relacionado. Entretanto, o Cruzeiro conta com o retorno de Lucas Romero, que estava à serviço da Seleção Olímpica da Argentina, eliminada na primeira fase dos Jogos Rio 2016.

Mesmo sem Mayke e Lucas, Mano Menezes tem à disposição um lateral-direito de ofício. “Ezequiel é jogador da posição e vai jogar. É o critério que costumo adotar. Estabeleço com os jogadores da posição quem é o primeiro, o segundo e, nesse caso, o terceiro. Se dois não jogarem e o terceiro ficar fora, não há motivo de ele estar no grupo. Então ele tem a confiança do grupo e da comissão técnica”, afirmou o treinador.

As próximas cinco rodadas serão decisivas para a Raposa, que terá confrontos diretos com as equipes que figuram na parte de baixo da tabela. Apesar do bom momento, Mano Menezes garante que não serão partidas fáceis. “Sinto que o astral melhorou, a confiança também. Os jogos que temos contra o Coritiba e outros times são fundamentais para a nossa reação, mas não podemos pensar que haverá facilidade", disse.

O capitão Fábio, que foi substituído por Lucas França, na última rodada, trata o jogo deste domingo como decisivo para as pretensões do time e destaca a importância de um triunfo. “Sabemos que, pela atual condição que nos encontramos, esse jogo contra o Coritiba é a nossa decisão dentro do campeonato. Temos que fazer de tudo para sair com os três pontos, subir na tabela e almejar novas coisas na competição”, apontou.

Em seu segundo compromisso pelo Coritiba, Carpegiani promete um time agressivo

Na última rodada, Paulo César Carpegiani estreou com o pé direito e a equipe voltou a vencer depois de duas derrotas. Os 3 a 1, diante da Ponte Preta, tirou o time do grupo dos quatro últimos. Para buscar o triunfo em Belo Horizonte, o Coxa vai jogar contra uma marca incômoda. Em nove jogos longe de seus domínios, ele contabiliza uma vitória, dois empates e seis derrotas.

Para minimizar esse indicador negativo, o alviverde não vai contar com o atacante Kleber e com o meio-campista João Paulo, ambos suspensos devido ao terceiro cartão amarelo. Neto Berola deve atuar no lugar do Gladiador no ataque. Já para ocupar a posição no meio-campo, o técnico do Coxa Branca deve colocar Juan, que entrou no segundo tempo do último jogo e marcou o terceiro gol da equipe.

O zagueiro Luccas Claro virou dúvida para o jogo, uma vez que se recupera de dores musculares na coxa. Ele passou por avaliação médica e foi liberado, mas não é presença certa. Ele está na lista de relacionados pelo técnico Paulo César Carpegiani. Caso não jogue, Juninho deve atuar na zaga.

Apesar de lacunas pontuais no time que joga neste domingo, Carpegiani garante uma equipe aguerrida para tomar a iniciativa da partida. “Tem uma dificuldade ainda no meio, em função de jogadores no departamento médico, mas o time que vai enfrentar o Cruzeiro vai ser uma equipe agressiva, que possa se impor e ter uma forte marcação. Já tenho praticamente definida, mas não quero divulgar”, disse.