Mano convoca imprensa e garante prioridade do Cruzeiro: "Continuar na primeira divisão do Brasileiro"

Apesar do foco no Brasileirão, técnico do Cruzeiro indica que não irá poupar jogadores na Copa do Brasil; treinador lamenta derrota para o Flamengo

Mano convoca imprensa e garante prioridade do Cruzeiro: "Continuar na primeira divisão do Brasileiro"
Mano Menezes lamenta série negativa do Cruzeiro no Brasileirão (Foto: Marcello Zambrana/Light Press)

O técnico do Cruzeiro, Mano Menezes, cumpriu suspensão em função da expulsão diante do Atlético-MG e não ficou à beira do campo contra o Flamengo, neste domingo (25), pelo Campeonato Brasileiro. A função foi exercida pelo seu auxiliar, Sidnei Lobo. Mas na reapresentação do time celeste, nesta segunda-feira (26), na Toca da Raposa II, o treinador pediu a palavra e convocou a imprensa para uma entrevista coletiva.

No início de seu segundo trabalho no Cruzeiro, Mano Menezes chegou a alcançar seis vitórias seguidas no Campeonato Brasileiro. No entanto, a Raposa não conseguiu vencer nas últmas quatro rodadas e acabou voltando ao Z-4, na 17ª posição, com 30 pontos. Assim, a equipe celeste terá que somar pontos nas próximas partidas, sobretudo, disputadas no Mineirão.

"Em primeiro lugar, eu solicitei para fazer a entrevista hoje com vocês no lugar dos jogadores. Foi um pedido meu. Como eu estava suspenso, não tivemos oportunidade de falar sobre o jogo e sobre o momento que estamos atravessando. Voltamos aos quatro últimos porque, dos últimos 12 pontos disputados, fizemos um. Perdemos tudo aquilo que tínhamos conquistado num curto espaço de tempo, e reforça aquela minha tese de que a gente tinha que estar focado nas coisas que estávamos passando, que não podíamos descuidar e pensar em coisas diferentes, porque esses perigos estão aí, e os fatos comprovaram que a gente tinha razão", disse o técnico.

Apesar da situação ruim que o Cruzeiro enfrenta no Campeonato Brasileiro, na Copa do Brasil o panorama celeste é diferente, já que a Raposa está nas quartas de final, contra o Corinthians. No entanto, Mano Menezes estabeleceu a prioridade para o time celeste: permanecer na primeira divisão no Brasileirão, o que não signfica que o treinador deixará a competição mata-mata de lado.

"O Cruzeiro tem uma prioridade: continuar na primeira divisão do Brasileiro do ano que vem. Se ao ter que tomar uma decisão, eu tiver que escolher risco pra cá ou risco pra lá, vamos direcionar mais nossos objetivos. Sempre vamos com a força máxima que pudermos ter no Brasileiro, o que não quer dizer que não queremos ganhar a Copa do Brasil", declarou Mano.

Por fim, o treinador deu seu parecer sobre o duelo contra o Flamengo, no qual a Raposa saiu de campo derrotada por 2 a 1. O clube celeste chegou a sair na frente do placar, aos 36 minutos da segunda etapa, com Rafinha. Mas os gols de Guerrero e Mancuello, aos 39 e 43 minutos, respectivamente, deixaram o Cruzeiro em situação ainda mais complicada no Brasileirão.

"O jogo de ontem foi um jogo que nos deixou com sentimento de inconformidade no final porque jogamos bem principalmente na segunda parte do jogo. Porque tivemos o jogo na mão, principalmente depois que saímos na frente e comentemos o pecado de não ter defino as oportunidades que criamos, que foram claríssimas depois do 1 a 0 e não soubemos fechar o jogo. Saímos com o sentimento de inconformidade porque faltou pequeno detalhe pra gente conquistar uma vitória importante", concluiu o técnico.