Cruzeiro encara Grêmio visando encerrar jejum de vitórias no Campeonato Brasileiro

Raposa espera aproveitar o fator casa para voltar a vencer após quatro partidas; Tricolor Gaúcho quer aproveitar má fase da equipe celeste para pontuar na competição

Cruzeiro encara Grêmio visando encerrar jejum de vitórias no Campeonato Brasileiro
Foto: Lucas Uebel/Light Press
Cruzeiro
Grêmio
Cruzeiro: Rafael; Ezequiel (Lucas), Léo, Bruno Rodrigo e Edimar; Henrique, Ariel Cabral (Lucas Romero ou Robinho), Robinho (Rafinha) e Arrascaeta; Rafael Sóbis (Alisson) e Ramón Ábila. Técnico: Mano Menezes
Grêmio: Bruno Grassi; Wallace Oliveira, Geromel, Kannemann e Marcelo Oliveira; Kaio, Jailson, Ramiro, Douglas e Pedro Rocha; Luan. Técnico: Renato Gaúcho
ÁRBITRO: Elmo Alves Resende Cunha, Cristhian Passos Sorence e Leone Carvalho Rocha
INCIDENCIAS: Partida válida pela 28ª rodada do Campeonato Brasileiro, a ser disputada neste sábado (1º), às 18h30, no Mineirão, em Belo Horizonte/MG.

O Mineirão será o palco do duelo entre Cruzeiro e Grêmio, neste sábado (1º), às 18h30, em partida válida pela 28ª rodada do Campeonato Brasileiro. A Raposa entrará em campo visando encerrar o jejum de vitórias, que já dura quatro partidas, enquanto o Tricolor Gaúcho espera somar pontos para tentar chegar no G-4 da competição.

A vitória esteve nas mãos do Cruzeiro na 27ª rodada, quando enfrentou o Flamengo, em Cariacica/ES. A Raposa vencia a partida até os 39 minutos do segundo tempo, mas levou o empate e, consequentemente, a derrota. Com isso, a equipe do técnico Mano Menezes voltou ao Z-4 e agora ocupa a 17ª colocação, com 30 pontos.

Após cair de desempenho drasticamente no Brasileirão, o Grêmio voltou a dar uma respirada no último final de semana, após vencer a Chapecoense, em Porto Alegre, por 1 a 0. O resultado selou o primeiro triunfo de Renato Portaluppi no comando do Tricolor Gaúcho, que chegou a integrar o G-4 durante boa parte da competição. Agora, a equipe está em 8º lugar, com 40 pontos.

Cruzeiro e Grêmio se enfrentaram na 9ª rodada do Campeonato Brasileiro, em Porto Alegre. Na ocasião, a equipe celeste ainda era comandada pelo português Paulo Bento, enquanto os gremistas tinham Roger Machado à beira do campo. Os mandantes levaram a melhor e venceram por 2 a 0, com gols de Luan e Douglas.

Sem Manoel, Mano Menezes faz mistério e não divulga titulares

O técnico Mano Menezes encerrou, nesta sexta-feira (30), na Toca da Raposa II, os preparativos para enfrentar o Grêmio logo mais. No entanto, a imprensa teve que deixar o CT celeste mais cedo. Mistério total em Belo Horizonte, já que o treinador pretende anunciar a escalação minutos antes da partida.

O certo é que Mano não contará com o zagueiro Manoel. O jogador foi baixa de última hora, já que foi julgado e condenado pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) a quatro jogos de suspensão pela expulsão contra o São Paulo, na 25ª rodada do Campeonato Brasileiro. Como já cumpriu suspensão automática diante do Atlético-MG, o camisa 27 não irá enfrentar, além do Grêmio, a Ponte Preta e Palmeiras. Com isso, Bruno Rodrigo e Léo deverão formar a dupla de zaga contra os gaúchos.

Mano divulgou, no final da tarde, a lista dos 23 relacionados para o duelo. O lateral-direito Lucas, apesar de estar inscrito, deverá começar no banco de reservas, com Ezequiel na titularidade. A expectativa é para que o meio-campo Arrascaeta e o atacante Ramón Ábila retornem ao time titular. Apesar disso, o treinador admitiu que poderá mexer no time que duelou contra o Corinthians, no meio de semana, por causa do desgaste físico de alguns atletas.

"As escolhas são de pequenos detalhes para lá e para cá. Vou obedecer essa questão do desgaste, pois precisamos ter todos bem inteiros. A escalação sai uma hora e 15 minutos antes do jogo. Não é mistério, é porque os jogadores não sabem ainda. Então não é justo passar para vocês antes de falar aos jogadores", disse.

Grêmio chega a Belo Horizonte visando encerrar jejum de 18 anos sem vitórias no Mineirão

Explorar a má fase do Cruzeiro é uma das cartadas para o técnico Renato Portaluppi sair com a vitória nesta noite. Caso isso aconteça, o Grêmio quebrará um jejum que já dura 18 anos, em duelos contra a Raposa, no Mineirão. O último triunfo Tricolor no Gigante da Pampulha foi em 18 de outubro de 1998, quando o Brasileirão ainda tinha o formato mata-mata. Naquela ocasião, os gaúchos venceram por 2 a 0, com gols de Rodrigo Mendes e do zagueiro Scheidt.

Portaluppi terá alguns desfalques para esta noite: o goleiro Marcelo Grohe, além do volante Walace, estão suspensos pelo terceiro cartão amarelo. Já Edilson, foi poupado na lateral direita e sequer viajou para Belo Horizonte. Bruno Grassi, portanto, deverá ficar na meta Tricolor, enquanto Wallace Oliveira, jogador trazido junto ao Chelsea, terá nova oportunidade no setor direito. No meio-campo, Kaio deverá atuar ao lado de Jailson.

O restante da equipe não deve sofrer alterações em relação aos iniciais da vitória por 2 a 1 sobre o Palmeiras, pela Copa do Brasil. Ramiro é mantido centralizado para jogar com Douglas, com Pedro Rocha e Luan completando a escalação. Contestados durante a temporada, o volante Ramiro e o meia-atacante Pedro Rocha ganham nova chance de desenvolver seu futebol, em partida crucial pelas pretensões gremistas de ainda alcançar o G-4.

Malandramente: para o Grêmio, esta expressão é mais do que a música que está estourando pelo país. É um estilo de jogo. Assim, Renato Portaluppi espera que seus comandados tirem proveito da má fase do Cruzeiro na temporada. Para o treinador, o fator casa poderá se virar contra o mandante, em determinado momento da partida.

"É o que vocês estão falando. É a malandragem. Tem que tirar proveito do desespero do adversário. Como se tira? Com malandragem. Os experientes passando tranquilidade, confiança, para os mais jovens. Mesmo com o Cruzeiro nesta situação, é um jogo muito difícil. Temos que nos colocar no lugar do adversário, o torcedor cobra bastante, a bola queima, às vezes dá desespero. Tudo isso precisamos tirar proveito. Como? Com malandragem", declarou.