Maiores campeões, Cruzeiro e Grêmio começam a decidir vaga na final da Copa do Brasil

Tricolor gaúcho e Raposa possuem quatro títulos cada e estão em longo jejum da competição; Técnicos Mano Menezes e Renato Gaúcho já foram campeões por clubes distintos

Maiores campeões, Cruzeiro e Grêmio começam a decidir vaga na final da Copa do Brasil
Cruzeiro x Grêmio se enfrentam na ida da semifinal (Foto: Lucas Uebel/Grêmio)
Cruzeiro
Grêmio
Cruzeiro: Rafael; Lucas, Léo, Bruno Rodrigo e Edimar; Henrique, Lucas Romero, Robinho e Arrascaeta; Rafael Sóbis e Ábila. Técnico: Mano Menezes
Grêmio: Marcelo Grohe; Edilson, Kannemann, Geromel e Marcelo Oliveira; Walace, Maicon, Ramiro, Douglas e Pedro Rocha (Everton); Luan. Técnico: Renato Gaúcho
ÁRBITRO: Péricles Bassols Cortêz
INCIDENCIAS: Partida de ida da semifinal da Copa do Brasil 2016, disputada no estádio do Mineirão, na quarta-feira (26), às 21h45

Não é somente uma semifinal de Copa do Brasil: é a semifinal que reúne os dois maiores campeões do torneio, em um duelo de 180 minutos a partir desta quarta-feira (26), às 21h45, no estádio do Mineirão, em Belo Horizonte. Cruzeiro e Grêmio medem forças por uma vaga na final, em busca do inédito pentacampeonato da competição de mata-mata.

O Grêmio eliminou o Palmeiras e precisará passar por outro Palestra Itália no caminho do torneio. Já o Cruzeiro passou pelo Corinthians com direito ao sonoro placar de 4 a 2 nas quartas de final. Pelo Campeonato Brasileiro, as situações são até distintas. O Tricolor tem 48 pontos, na 8ª colocação, ainda com fortes chances de atingir o G-6. Já a Raposa tem 41 pontos, atingidos na rodada anterior, com uma vitória fora de casa e praticamente encerrou qualquer risco de rebaixamento.

Focados na Copa, Cruzeiro e Grêmio têm equipes competitivas para disputa do título. O tetra do Grêmio foi em 2001. O tetra do Cruzeiro foi em 2003. E no presente ano de 2016, quem está mais pronto para disputar a final em busca do penta?

Estádio lotado para empurrar um Cruzeiro copeiro

O Cruzeiro tem forte tradição na Copa do Brasil, a exemplo do rival desta quarta-feira. A torcida celeste já comprou mais de 50 mil entradas para a noite importantíssima no caminho do título. O técnico Mano Menezes tem o time praticamente definido.

O treinador da Raposa não conta com o lateral Ezequiel, que já defendeu o Criciúma na competição de mata-mata. O lateral-direito Lucas fica responsável por guarnecer a faixa do campo. O restante da defesa deve ser composta pela dupla entre Léo e Bruno Rodrigo, além de Edimar na esquerda.

O volante Henrique foi poupado do compromisso diante do Vitória, no triunfo por 1 a 0 no estádio do Barradão, e regressa ao time para compor o meio. O primeiro volante atua com Lucas Romero, Robinho, ex-Palmeiras, e Arrascaeta, uruguaio de boas apresentações recentes. O ataque é a perigosa formação que ajudou e muito o Cruzeiro em deixar os riscos maiores de rebaixamento: Sóbis e o argentino Ábila, ex-Arsenal de Sarandi.

Na ausêndia na temporada do goleiro e ídolo Fábio, o Cruzeiro de Mano Menezes deve ir a campo com: Rafael; Lucas, Léo, Bruno Rodrigo e Edimar; Henrique, Lucas Romero, Robinho e Arrascaeta; Rafael Sóbis e Ábila.

Mano comentou o compromisso inicial da semi em Belo Horizonte: "Estamos muito próximos de uma final, mas temos dois jogos contra um grande adversário. São os maiores campeões e não por acaso na história, os clubes tiveram muitos méritos, sabem jogar e se comportar nessa hora. Temos a responsabilidade dos primeiros 90 minutos na nossa casa. Vamos trabalhar para construir uma vantagem, por menor que seja. É o nosso objetivo e para isso vamos", disse.

Renato quer Grêmio atento e em busca de gol fora

O técnico gremista definiu as prioridades para encarar o jogo de ida da semifinal no Mineirão: marcar um gol fora e estar sempre atento, em laterais próximas da área, escanteios ou faltas.

"É uma partida que terá 180 minutos e precisamos ser malandros. Nós sabemos das nossas responsabilidades, precisamos fazer um gol fora e, se possível, não tomar. Precisamos estar alerta a cada minuto. Cobro que ninguém dê as costas para a bola durante as cobranças de falta ou escanteio", alegou o ex-atacante.

O técnico cruzeirense, Mano Menezes conquistou a Copa do Brasil pelo Corinthians, em 2009. Já Renato Gaúcho conseguiu o título da competição em 2007, à frente do Fluminense. Um detalhe curioso é que o autor do gol da conquista foi justamente o ex-treinador gremista, Roger Machado, na época, como lateral-esquerdo.

Renato Gaúcho conta com a volta de Douglas, poupado no empate por 0 a 0 no clássico Gre-Nal. Miller Bolaños, o equatoriano que ainda não engrenou com a camisa tricolor, deve voltar ao banco de reservas, mas é opção. Pedro Rocha também deve iniciar entre os 11, com Everton, ingressante no segundo tempo da classificação diante do Palmeiras e no Gre-Nal, como arma secreta. Expulso ao agredir o colorado Rodrigo Dourado, o lateral Edilson não desfalca nesta semifinal, enquanto não tem punição definida.

Ausências inclusive no banco de reservas são o zagueiro Wallace Reis e o meia Negueba, que já disputaram a competição por Flamengo e Coritiba, respectivamente. O provável Grêmio a campo tem: Marcelo Grohe; Edilson, Kannemann, Geromel e Marcelo Oliveira; Walace, Maicon, Ramiro, Douglas e Pedro Rocha; Luan.