Jogadores do Cruzeiro avaliam derrota em casa e mantêm otimismo na partida de volta

Revés por 2 a 0 diante do Grêmio complica Raposa na busca pelo pentacampeonato da Copa do Brasil; Alisson e Bruno Rodrigo acreditam na reação no jogo da volta, em Porto Alegre

Jogadores do Cruzeiro avaliam derrota em casa e mantêm otimismo na partida de volta
Foto: Washington Alves/Light Press/Cruzeiro

O Cruzeiro mais uma vez não aproveitou o fator campo e o apoio massivo da torcida. Na noite dessa quarta-feira (26), a equipe mineira recebeu o Grêmio, no Mineirão, em jogo de ida válido pela semifinal da Copa do Brasil de 2016, e foi derrotado por 2 a 0. Placar que proporciona um ambiente desfavorável para a Raposa no confronto que define a equipe finalista da competição.

Devido à derrota parcial no primeiro tempo, o técnico Mano Menezes promoveu mudanças na formação tática da equipe. O atacante Alisson, que entrou no lugar do lateral-direito Lucas, lamentou o revés da noite, mas acredita no potencial da equipe para reverter o marcador, na casa do adversário. “É um placar de 2 a 0, mas nada é impossível. Nossa equipe é muito forte e tem qualidade para reverter essa situação. Tenho certeza que vamos chegar lá e fazer um grande jogo”, afirmou.

Um gol em cada tempo. O primeiro foi uma jogada trabalhada pela equipe gremista que envolveu a Raposa e acabou com uma finalização primorosa do atacante Luan. O zagueiro Bruno Rodrigo destacou a importância de diminuir os espaços do adversário no jogo da volta para evitar situações como a do primeiro tento. “Temos que tirar a posse de bola deles lá, pois trabalham muito bem, como foi no primeiro gol. Eles ficaram muito tempo com a bola e não conseguimos apertar, não estava encaixando certo”, analisou.

Já no segundo tempo, a necessidade de arriscar para buscar um placar mais brando, fez com que a equipe celeste fosse surpreendida, como apontou o zagueiro. “O segundo gol foi uma tirada na defesa, a bola caiu no pé do Ramiro e ele lançou ao Douglas, que pegou nossa equipe de saída. Precisávamos buscar o gol para melhorar a situação, mas acabou que tomamos o segundo”, disse.

“Hoje não fizemos o jogo que nós queríamos. Estávamos numa sequência muito boa, jogando muito bem, infelizmente hoje não conseguimos. Então é ver o que aconteceu, ver os erros que cometemos aqui para que não cometermos os mesmos. Vamos para lá (Porto Alegre) com tudo para buscar o resultado, sabemos que é difícil, independente da situação. Vamos fazer o nosso melhor para tentar classificar”, completou o zagueiro.

O segundo jogo entre Grêmio e Cruzeiro, que define o finalista da Copa do Brasil, será na próxima quarta-feira (2), às 21h45, na Arena do Grêmio, em Porto Alegre. No fim de semana, as equipes voltam as atenções para o Campeonato Brasileiro. A Raposa, que ainda luta contra o Z-4, visita o Atlético-PR, na Arena da Baixada, sábado (29), às 16h30. No mesmo dia, o Grêmio, que briga por uma vaga na Libertadores, joga fora de casa, no Orlando Scarpelli, contra o Figueirense, às 19h30.