Jogadores do Cruzeiro valorizam "descanso" e almejam terminar 2016 com série de vitórias

Com dez dias de folga na tabela do Campeonato Brasileiro, atletas celestes aproveitam o tempo visando reforçar a preparação para o duelo diante do Sport, na quarta-feira (16)

Jogadores do Cruzeiro valorizam "descanso" e almejam terminar 2016 com série de vitórias
Henrique garante que equipe celeste aproveitou tempo para trabalhar a parte física e psicológica (Foto: Washington Alves/Light Press)

O Cruzeiro entrará em campo na próxima quarta-feira (16), contra o Sport, na Ilha do Retiro, pela 35ª rodada do Campeonato Brasileiro. Assim, a Raposa irá completar dez dias sem disputar partidas. Se engana quem pensa que o elenco celeste descansou neste período. Pelo contrário. Os atletas aproveitaram a folga no calendário para reforçar a preparação para o duelo em Recife/PE.

A última vez que o Cruzeiro entrou em campo, foi no dia 6 de novembro, contra o Fluminense, no Mineirão. Na ocasião, a Raposa levou a melhor por 4 a 2. De lá para cá, os jogadores tiveram apenas dois dias de folga. Desde então, passaram a trabalhar incessantemente a parte física e psicológica, visando vencer o Sport em solo pernambucano.

“Descanso só de jogo porque a gente trabalhou praticamente durante os 10 dias. Bom que a mente descansa também. O desgaste é muito grande. Mas a gente sente falta do jogo. Jogador que estar sempre em atividade. Claro que treinamento é importante, mas para o jogo a gente se prepara física e mentalmente para estar em campo”, declarou o volante Henrique.

O também volante Ariel Cabral, celebrou a folga no calendário, reforçando a tese do companheiro de setor sobre a preparação na parte física: “Às vezes quando temos jogos muito perto um do outro fica difícil de fazer trabalhos físicos e na academia. Aqui no Brasil se joga muito, então esse intervalo serve para a gente se recuperar, reforçar a musculatura para poder acabar o ano da melhor maneira possível”, disse Cabral.

Ariel Cabral quer elenco com parte física aprimorada visando encerrar 2016 com vitórias (Foto: Washington Alves/Lightpress)
Cabral quer elenco com parte física aprimorada visando encerrar 2016 com vitórias (Foto: Washington Alves/Lightpress)

Sem títulos em 2016, meta celeste é vencer as últimas quatro partidas

O Cruzeiro terminará a temporada sem ter conquistado títulos. Eliminado do Campeonato Mineiro, da Primeira Liga, da Copa do Brasil e com a permanência praticamente assegurada na Série A, a Raposa agora quer vencer os últimos quatro jogos do Brasileirão para elevar a moral no próximo ano. É o que garante o goleiro Rafael.

“Nosso objetivo é ganhar os quatro jogos, sempre buscar a vitória, os três pontos e a melhora do nosso rendimento. Estamos focados e vamos trabalhar para fechar bem o ano, fazer o que pudermos de melhor em campo para aumentar a auto-estima do torcedor e evoluirmos como grupo e time", garantiu o camisa 12.

Quem também endossa o coro de "dignidade" no final da temporada é o técnico Mano Menezes. O treinador celeste quer seriedade da equipe, independente da pontuação que assegura a Raposa na elite nacional ser atingida: “Vamos nos focar nos quatro jogos que temos pela frente, independentemente de já atingirmos a pontuação desejada já no próximo jogo. É importante terminar o ano bem, influencia no começo da temporada que vem pela frente e os jogadores sabem disso”, ressaltou.

Mano quer seriedade da equipe, independente da garantia de permanência na Série A (Foto: Pedro Vilela/Light Press)
Mano quer seriedade da equipe, independente da garantia de permanência na Série A (Foto: Pedro Vilela/Light Press)