Mantendo foco no fim da temporada, Rafael evita falar em sondagens e volta de Fábio

Em ótima fase no gol do Cruzeiro, camisa 12 reafirma objetivo de terminar o ano com série de vitórias: "Temos dois jogos para evoluir como equipe"

Mantendo foco no fim da temporada, Rafael evita falar em sondagens e volta de Fábio
Atuações de Rafael vêm agradando a torcida celeste (Foto: Juliana Flister/Light Press)

Nove anos após ser promovido para a equipe profissional do Cruzeiro, o goleiro Rafael, enfim, engatou uma sequência na titularidade celeste. O camisa 12 defende a meta azul e branca desde agosto, quando Fábio rompeu os ligamentos do joelho, retornando apenas na próxima temporada.

Tudo indica que o técnico Mano Menezes terá dor de cabeça para escolher o goleiro em 2017, uma vez que Rafael garantiu excelentes defesas, incluindo pênaltis, enquanto Fábio, desde 2005 na Raposa, é um dos líderes do elenco, além de ídolo celeste. 

“As pessoas estão me perguntando sobre 2017, mas temos dois compromissos importantes este ano e temos que fazer nosso melhor. Eu sempre friso que o objetivo do Fábio, o meu objetivo, o do Lucas França e o objetivo do Elisson é o mesmo. Que bom que o Cruzeiro tem excelentes goleiros e que todos agradem. Independentemente de quem vai estar em campo, o objetivo é único. O importante é quem estar lá fazer o melhor para o Cruzeiro”, disse Rafael.

Tamanho destaque de Rafael na atual temporada poderá render sondagens e até propostas, após o Campeonato Brasileiro. No entanto, o camisa 12 deixa seu destino nas mãos da diretoria celeste e de seu empresário, porém, ressaltando que está feliz na atual equipe.

“Eu deixo para o meu empresário e para a diretoria. Eu fico feliz porque isso mostra que meu trabalho está sendo visto. Estou muito feliz no Cruzeiro, sempre frisei isso. Me sinto muito bem aqui e só me preocupo com a parte de campo pra aí sim começar a pensar em 2017”, declarou o goleiro.

Com o objetivo de permanecer na Série A alcançado, a meta do Cruzeiro agora é terminar a temporada com série de vitórias, passando confiança para o torcedor no próximo ano. Assim, Rafael quer a vitória diante do Internacional, no domingo (27), às 17h, no Beira Rio.

"Nós somos jogadores e sabemos que somos julgados e avaliados a todos os momentos, nos treinamentos e nos jogos. Com certeza, vamos fazer nosso melhor para passar uma boa imagem para a diretoria e para a torcida. Nossa meta era ganhar os cinco jogos finais. Jogamos três, ganhamos dois e empatamos um. O Cruzeiro merece sempre estar na parte de cima da tabela, conquistando vitória, é isso que vamos buscar. Temos dois jogos para evoluir como equipe e mostrar porque estamos aqui", concluiu.